Se a teoria é rapidamente esquecida,
o gesto e a experiência artística
ficam no corpo, na memória, no olhar.

Fev 122020
 



A associação Os Filhos de Lumière, em colaboração com a Cinemateca Portuguesa e o Plano Nacional das Artes organizou o 2º Encontro Cinema e Educação "Indisciplinar a Escola" que decorreu na terça-feira 11 de fevereiro de 2020 na Cinemateca Portuguesa.

Na primeira parte deste encontro, ocorreram as intervenção de João Costa, Secretário de Estado Adjunto e da Educação, Nuno Artur Silva, Secretário de Estado do Cinema e Audiovisual, Luis Chaby Vaz, Director do ICA-Instituto do Cinema e Audiovisual, José Manuel Costa, Diretor da Cinemateca Portuguesas, Paulo Pires do Vale, Comissário do Plano Nacional das Artes, Elsa Mendes, coordenadora do PNC-Plano Nacional de Cinema, Teresa Garcia, pela associação “Os Filhos de Lumière
Num contexto em que, a somar-se aos projetos em curso dedicados à iniciação ao cinema de âmbito europeu ou nacional (Cinema Cem Anos de Juventude, CinEd, CINARTS, Shortcut, Plano Nacional de Cinema), está em pleno desenvolvimento uma nova iniciativa governamental do Ministério da Cultura com o Ministério da Educação em que se procura a inserção do cinema e das outras artes nos percursos escolares (o Plano Nacional das Artes), a Cinemateca co-organiza a segunda edição do Encontro Cinema e Educação. Dedicado à discussão alargada da relação entre a educação e as artes – não apenas o ensino artístico mas o universo mais vasto da educação pela arte e o papel das artes em todo o âmbito educativo (...)
Cinemateca Portuguesa