Se a teoria é rapidamente esquecida,
o gesto e a experiência artística
ficam no corpo, na memória, no olhar.

CinEd III – Crescer com o cinema europeu

 
Quando:
09. 10. 2017 @ 09:30 – 18:00
Onde:
Cinemateca Portuguesa
Rua Barata Salgueiro 39
Lisboa
Categorias:

Uma Pedra No Bolso Still 3 site

Sessão que irá marcar o início do terceiro ano do programa europeu CinEd, coordenado e dinamizado em Portugal pela associação “Os Filhos de Lumière”, em colaboração com a Cinemateca Portuguesa- Museu do Cinema, sua parceira desde o início.

A sessão de trabalho, que vai decorrer no dia 9 de Outubro, entre as 9h30 e as 18h00, na Cinemateca Portuguesa, na sala Félix Ribeiro, irá reunir os participantes dos oito países envolvidos no programa (Portugal, Espanha, França, Itália, Roménia, Bulgária, Finlândia e República Checa), e está aberta a todos aqueles que se interessam por uma actividade que visa o encontro com o cinema no meio escolar, mas também fora da escola, ligando associações e instituições culturais e educativas, escolas superiores de educação e universidades, cineastas e profissionais de cinema.

Estes encontros serão a ocasião para uma reflexão em torno da experiência e do trabalho já efectuado durante os dois primeiros anos de existência deste inédito programa. O evento contará com a projecção de filmes, a palavra de professores, realizadores, críticos e responsáveis de cinematecas vindos dos diferentes países participantes.

Uma Pedra no Bolso”, o filme de Joaquim Pinto, que integra a Colecção CinEd, será apresentado nesta sessão às 14h00 na sala Félix Ribeiro, com a presença do realizador, que irá participar numa conversa com os convidados e demais público.

Nesta sessão haverá também uma apresentação e reflexão sobre diversas ferramentas disponibilizadas numa plataforma online, acessível a todos, criada para apoiar um trabalho directamente ligado aos filmes da colecção CinEd e à sua matéria cinematográfica. Teremos ainda o testemunho de alguns dos professores e participantes que, ao longo dos últimos dois anos, já tiveram em Portugal um contacto com esta importante experiência pedagógica.

Esta sessão faz parte de um encontro internacional, que reúne cerca de trinta participantes dos vários países, e que terá lugar entre os dias 9 e 12 de Outubro aqui em Lisboa. Trata-se de um encontro com o objectivo de definir e reflectir em conjunto sobre o trabalho a realizar em cada país e sobre a cooperação a estabelecer entre todos os parceiros nos anos de 2017 e 2018.

CinEd celebra a entrada no seu terceiro ano

O “CinEd” é um programa europeu de educação ao cinema coordenado pelo “Institut Français” (Paris) e 10 parceiros europeus provindos de 8 países, com o apoio do programa Europa Criativa/Média da Comissão Europeia. É ao mesmo tempo uma colecção (uma escolha de filmes), uma pedagogia e o início de uma aventura …

Ø  Uma colecção, uma escolha comum e um diálogo

A base do “CinEd” é, em primeiro lugar, composta por uma colecção de filmes, escolhidos em conjunto pelos parceiros do programa. Trata-se de uma escolha que não pretende abranger todo o cinema europeu, mas sim desenhar uma trajectória entre os filmes seleccionados, criando laços entre estes, os seus cineastas e os diferentes contextos europeus. Uma colecção de filmes escolhidos em conjunto por profissionais de cinema, facilmente acessíveis através de uma plataforma digital, respondendo à necessidade partilhada por cada parceiro de dar a descobrir aos jovens a sua própria cinematografia e a dos outros países europeus.

É “CinEd” é um diálogo: um elo entre os jovens e seus educadores, entre cineastas, autores reconhecidos e jovens realizadores da Europa. A escolha de obras de Pedro Costa, Joaquim Pinto, José Luis Guerín, Víctor Erice, Radu Jude, Jean-Luc Godard, Ermanno Olmi, Jacques Rozier ou Aki Kaurismäki, têm em comum uma preocupação pela selecção de obras com um cariz de atenção sobre a realidade. Tratam-se, em alguns casos, de primeiros filmes, mas sempre obras nas quais o cinema se reinventa e encontra uma nova juventude.

Ø  Uma pedagogia aberta, uma abordagem e ferramentas comuns

Faltava tornar esta colecção viva e desejável. Para isso foi necessário trabalhar-se em torno de convicções, elaborar em conjunto uma metodologia adaptável a todas as situações, uma pedagogia progressiva e acessível a todos. Pôr em prática formações, criar recursos e ferramentas pedagógicas com qualidade foram os passos complementares deste trajecto.

Ø  Uma utopia? O início de uma aventura

Hoje, o CinEd já abrange 8 países: Portugal, Espanha, França, Itália, Roménia, Bulgária, Finlândia e República Checa. E tem como objectivo integrar novos parceiros e novos países ao longo dos anos.

Que os jovens portugueses tenham a oportunidade de descobrir um filme romeno, por exemplo, com o qual nunca se teriam cruzado se não fosse o “CinEd”, e vice versa, é um dos objectivos pedagógicos deste programa. Mas estes encontros e programas pensam-se ao longo do tempo. Por isso, a ambição deste projecto é oferecer aos jovens dos 6 aos 19 anos, ano após ano, um caminho educativo através de filmes de diferentes países a fim de formar um olhar na alquimia da diversidade, para que as ligações entre os filmes e as culturas se teçam e façam sentido. Será uma utopia esperar ver mais e mais jovens europeus crescer com e “no cinema” com o “CinEd”? A aventura está só a começar!