Se a teoria é rapidamente esquecida,
o gesto e a experiência artística
ficam no corpo, na memória, no olhar.

Jul 272021
 
El Verdugo (O Carrasco), de Luis García Berlanga, será apresentado na quinta-feira 29 de Julho de 2021 às 18h00 no Auditório Soror Mariana em Évora, no âmbito do projecto No País do Cinema numa sessão de Cinema-Fora-dos Leões, em parceria com Os Filhos de Lumière e a Direcção Regional de Cultura do Alentejo, no âmbito do ciclo "Esperpento, logro e anseio" em comemoração do centenário do nascimento de Luis García Berlanga. Entrada livre. 
 

"Uma década após o final da Guerra Civil Espanhola, em pleno regime franquista, deu-se uma importante mudança na indústria cinematográfica espanhola: paulatinamente, os filmes historicistas, religiosos e dramáticos cederam o passo ao sainete espanhol – um género de comédia populista muito comum durante os primeiros anos do franquismo. Foi neste contexto que em 1955 estreou a comédia Historias de la radio, de José Luis Sáenz de Heredia, um importante blockbuster que veio revolucionar o cinema espanhol e incitar a regeneração da indústria através da entrada em cena de novos e talentosos cineastas, entre os quais, Luis García Berlanga.
 
Utilizando o esperpento – um género teatral ibérico de humor negro e de sátira grotesca – como a espada que empunhou contra o regime franquista, Berlanga entregou-se à crítica de todas as formas de poder vigentes na sociedade espanhola dos anos 50 e 60: o conservadorismo do governo franquista, a hipocrisia da igreja e a mesquinhez da sociedade espanhola. Com uma arguta e mordaz inteligência, dedicou-se a reinventar múltiplas formas da mesma ideia: cotejando o próprio Berlanga, «nos meus filmes há sempre alguém que sonha, que anseia e que deseja alcançar algo, mas nunca consegue, é sempre impedido por um complexo logro da sociedade.»

Esta sessão é organizada com o apoio da Direcção Regional de Cultura do Alentejo, do Instituto Cervantes e do ICA - Instituto do Cinema e do Audiovisual.
Jul 202021
 

O projecto CinEd será apresdentado por Rui Machado da Cinemateca Portuguesa no "worshop" da ACE (Association des Cinémathèques Européennes) que terá lugar no 22 de Julho em Bolonha, durante o Festival Il Cinema Ritrovato.

A sessão "Film Literacy" - de 15h às 17h (CET) - centrar-se-á na educação cinematográfica e nas oportunidades que oferece aos membros da ACE através da partilha de boas práticas e da apresentação de projectos relevantes que possam ser utilizados de imediato pelas cinematecas.
(...)
Serão aresentados neste "workshop:  CinArts (apresentado pela Cineteca de Bolonha e Cinémathèque Royale de Bélgique); CinEd (apresentado pela Cinemateca Portuguesa); Cinemini Europa (apresentado pelo Eye Filmmuseum e DFF); e CCAJ Cinéma, cent ans de jeunesse (apresentado pela Cinémathèque française e o BFI)
 

Participantes (em presença ou online): Nathalie Bourgeois, Simone Fratini, Elisa Giovannelli, Paraskevi Karageorgu, Christine Kopf (moderadora), Rui Machado, Adeline Margueron, Mark Reid, Sebastian Rosenow, Florine Wiebenga. Observações finais: Mikko Kuutt

A sessão será disponível num Zoom ao vivo aqui.

O programa CinEd agora coordenado pela Cinemateca Portuguesa-Museu do Cinema associa 14 parceiros europeus em 11 países (Alemanha - DFF - Deutsches Filminstitut & Filmmuseum e Deutsche Filmakademie / Bulgária - Arte Urbana Collectif / Croatia - Shadow Caster / Espanha – Associação A Bao A Qu / França - La Cinémathèque française / Finlândia – IhmeFilmi / Italia – GET Cooperativa sociale / Portugal - Os Filhos de Lumière / República Checa - Association of Czech Film Clubs ACFK / Roménia - Asociația ARTA e Associação Contrasens / Lituânia - Meno Avilys) assim como o parceiro tecnológico MOG Technologies (Portugal).

O projecto CinEd tem o apoio do programa Europa Criativa/Média da Comissão Europeia e em Portugal do ICA – Instituto do Cinema e Audiovisual no âmbito do programa Ad Hoc,  da Câmara Municipal de Lisboa e da  Câmara Municipal de Sintra.

 

Jun 172021
 

De 28 a 30 de Junho de 2021 vai decorrer  o "Mid-term Meeting", encontro dos parceiros do projecto europeu CinEd, acolhido pelo DFF - Deutsches Filminstitut & Filmmuseum responsável pelo desenvolvimento de CinEd na Alemanha, em parceria com a Deutsche Filmakademie.

O programa agora coordenado pela Cinemateca Portuguesa-Museu do Cinema associa 14 parceiros europeus em 11 países (Alemanha - DFF - Deutsches Filminstitut & Filmmuseum e Deutsche Filmakademie / Bulgária - Arte Urbana Collectif / Croatia - Shadow Caster / Espanha – Associação A Bao A Qu / França - La Cinémathèque française / Finlândia – IhmeFilmi / Italia – GET Cooperativa sociale / Portugal - Os Filhos de Lumière / República Checa - Association of Czech Film Clubs ACFK / Roménia - Asociația ARTA e Associação Contrasens / Lituânia - Meno Avilys) assim como o parceiro tecnológico MOG Technologies (Portugal).

O projecto CinEd tem o apoio do programa Europa Criativa/Média da Comissão Europeia e em Portugal do ICA – Instituto do Cinema e Audiovisual no âmbito do programa Ad Hoc e em Lisboa da Câmara Municipal de Lisboa. 

Jan 092021
 

A segunda sessão da formação de educação ao cinema dirigida a professores, mediadores culturais e adultos interessados - O Cinema, a Cidadania - organizada pela associação cultural Os Filhos de Lumière  teve lugar no dia 7 de Janeiro de 2021 na Cinemateca Júnior, em Lisboa. Nesta 2ª sessão foram apresentados três filmes incluídos na colecção do programa Shortcut com a presença de alunos: Rafa, de João Salaviza, História Trágica com Final Feliz, de Regina Pessoa e The Door (A Porta) de Juanita Wislon. 

Um dos objectivos era, levar o aluno a descobrir por si próprio através de questões  colocadas, a olhar para um filme através do processo de criação cinematográfica e a ver e ouvir aquilo a que geralmente não presta atenção. Estabeleceu-se assim um diálogo entre cineastas, professores e alunos sobre as relações emtre estes filmes e as questões de cinema e de cidadania presentes em cada um (a partir da matéria cinematográfica).

Esta iniciativa dos projectos CinEd e Shortcut prolongar-se-á até meados do mês de Março de 2021. Esta é uma formação que pretende envolver professores e professores bibliotecários (que possam também envolver um grupo de alunos na formação), mediadores culturais e outros adultos interessados.
 
Baseada nos programas europeus de educação cinematográfica: CinEd e Shortcut, que visam a descoberta do cinema através do encontro com o próprio cinema, que a associação Os Filhos de Lumière tem vindo a desenvolver há largos anos, esta formação incide especialmente nas questões de cidadania e direitos humanos, dirigida a jovens entre os 6 e os 19 anos de idade, procurando simultaneamente aprofundar a sétima arte como objecto artístico e modalidade de conhecimento da vida e do mundo.

Os projectos CinEd e Shortcut tem o apoio do programa Europa Criativa/Média da Comissão Europeia e em Portugal do ICA – Instituto do Cinema e Audiovisual no âmbito do programa Ad Hoc e, em Lisboa, da Câmara Municipal de Lisboa.  
Dez 152020
 

No dia 15 de Dezembro de 2020 os alunos do Clube de Cinema da Escola E.B.2.3 D.Carlos I, em Sintra, participaram numa sessão de cinema no Centro Cultural Olga Cadaval, em  Sintra, inserida na oficina do programa Cinema, cem anos de juventude 2020-2021 sobre o tema trabalhado durante este ano lectivo - "O Tempo no Cinema".

Durante esta sessão foi visionado um filme da colecção CinEd, Um Pedra no Bolso, de Joaquim Pinto, seguida de uma conversa baseada sobre os recursos pedagógicos do programa CinEd.
 
 Oficina orientada por Nathalie Mansoux (realização) com João Costa (produção) .
 
Esta oficina é realizada em parceria com a Cinemateca Francesa  e com a Cinemateca Portuguesa e integra o projecto "O Mundo à Nossa Volta" com o apoio do ICA e da Câmara Municipal de Sintra.