Se a teoria é rapidamente esquecida,
o gesto e a experiência artística
ficam no corpo, na memória, no olhar.

Mai 092016
 


No dia 7 de Maio realizou-se a segunda sessão pública de 2016, do Cineclube das Gaivotas, na Cinemateca Portugesa - Museu do Cinema, com o filme “Conto de Verão”, de Éric Rohmer, sessão que se inseriu na programação da 4ª edição de “7 dias com os Media”, iniciativa promovida pelo GILM - Grupo Informal sobre Literacia para os Media.

A projecção, que contou com sala cheia, foi seguida por uma conversa entre o público e os membros do cineclube ao lado de Nuno Salema, psicólogo que explora o teatro e o movimento expressivo como terapia. No centro da conversa esteve a análise e interpretação das várias dimensões das relações e ligações humanas no período de transição entre a adolescência e a idade adulta.

Como suporte da sessão, os jovens do Cineclube das Gaivotas, produziram uma fanzine sobre o filme a partir de uma extensa conversa que tiveram imediatamente após uma primeira visualização do filme, com as cineastas  Teresa Garcia e Ana Eliseu.

O Cineclube das Gaivotas é uma actividade semanal da associação Os Filhos de Lumière acompanhada por cineastas e integrada nos projectos Moving Cinema/Jovens Programadores e Bip/Zip, em parceria com a Cinemateca Portuguesa e a Câmara Municipa de Lisboa, na qual os jovens participantes vêem e discutem filmes escolhidos por eles próprios, e programam os filmes a serem projectados em sessões públicas, pensadas, organizadas e divulgadas pelos mesmos. Os encontros decorrem em Lisboa, todos os sábados, no espaço cultural Rua das Gaivotas 6 ou na Cinemateca Portuguesa.
Mai 082016
 
Caderno realizado pelos membros do Cineclube das Gaivotas para acompanhar a projeção de Conto de Verão, de Eric Rohmer, no sábado 7 de Maio de 2016 na Cinemateca Portugesa - Museu do Cinema, no âmbito do projecto "Moving Cinema / Jovens programadores". 









O Cineclube das Gaivotas resultou de uma proposta concreta despoletada pela ideia base do projeto europeu Moving Cinema e de Os Filhos de Lumière: Pensar e promover o cinema, sobretudo entre a geração Z. Há sensivelmente dois anos, o grupo (idades entre os 15 e os 19) começou a programar sessões privadas na Sala Luís de Pina na Cinemateca, todos os sábados à mesma hora. O entusiasmo cresceu e o Cineclube expandiu-se. O motivo continua o mesmo, difundir, traduzir e perceber o cinema.
Out 052015
 


"Estórias da Cidade", filme-ensaio realizado no âmbito da oficina Filmar da associação Os Filhos de Lumière e do projecto “BIPZIP 2014 DNA Lisboa II”, em colaboração com a Comissão Social da Junta de Freguesia da Misericórdia, será apresentado na segunda-feira 26 de Outubro de 2015 às 15h00 no Centro Social São Boaventura da Santa Casa da Misericódia de Lisboa.

Ao longo de 6 sessões, entre 7 e 14 de Julho de 2015, o filme foi realizado por 16 participantes do Centro de Dia do Centro Social São Boaventura (Santa Casa da Misericórdia de Lisboa), que assumiram as diferentes funções de uma equipa profissional – actores, figurantes, realizadores, assistentes de realização, câmara e som.

O argumento e a montagem foram colectivos, sendo muitas das histórias baseadas em vivências e memórias pessoais. O filme está dividido por segmentos, pensados e construídos pelos próprios participantes – “Rua Velha” (Manuel Bito); “O Cais” (Laurindinha); “Mercearia” (Adelina Diogo); “O Cauteleiro” (Carlos Rodrigues); “Lágrimas Ocultas” (Amália Maria) e “A Tertúlia” (Carlos Rodrigues e Zé Manuel).

A poesia é uma das personagens principais – poemas como “Lágrimas Ocultas” de Florbela Espanca, “Não Quero Rosas Desde Que Haja Rosas” de Fernando Pessoa, ou “A Senhora de Idade” (Anónimo) são relidos e revividos nas vozes de Amália Maria, Manuel Bito e Zé Manuel.

Com a participação de
Adelina Diogo; Amália Maria; Anita; António Fernandes; Carlos Rodrigues; Ercília Brás; Hilário Espírito Santo; Fernanda Pereira; Graça Condinho; Laurindinha; Luzia Cúrdia; Maria José Aleixo; Manuel Bito; Teresa Alvoeiro; Vitorina Rodrigues; Zé Manuel

Cineastas / Formadores:
Teresa Garcia (realização) e José Lã Correia (imagem e som)
com o apoio de
Gabriel Pereira (som e montagem) , Laura Lomanto (produção), Maria Ravasco (produção) e Pierre-Marie Goulet (montagem)
Jul 152015
 


A oficina Filmar 16 decorreu de 7 a 14 de Julho de 2015 no Centro Social de São Boaventura (Santa Casa da Misericórdia), em Lisboa, dirigida aos adultos que frequentam este centro. Foi orientada pela associação Os Filhos de Lumière no âmbito do projecto BipZip 2014 / DNA Lisboa II e integra o programa O Mundo à Nossa Volta.

Esta oficina foi feita com o apoio do programa BIP/ZIP 2014 e foi realizada em colaboração com a Comissão Social da Junta de Freguesia da Misericórdia. Para além das entidades citadas, são ainda parceiros do programa, DNA Lisboa, , Centro Social de São Boaventura (Santa Casa da Misericórdia).