Se a teoria é rapidamente esquecida,
o gesto e a experiência artística
ficam no corpo, na memória, no olhar.

Jan 162017
 

O Mundo à Nossa Volta - Isto é Partis from Os Filhos de Lumiere on Vimeo.

De 12 a 15 de janeiro de 2016 vários projetos desenvolvidos com o apoio do PARTIS mostraram o trabalho que têm desenvolvido nas áreas da Música, Teatro, Fotografia, Cinema e até Artes Circenses.

"O Mundo à Nossa Volta - Isto é Partis" reúne excertos das curtas-metragens realizadas por crianças e jovens nas oficinas organizadas por Os Filhos de Lumière, em paralelo com fragmentos de making-of sobre a construção desses filmes.

Procura-se refletir e revelar o processo de criação cinematográfica enquanto forma de desenvolvimento pessoal, de expressão artística, conhecimento de uma nova linguagem, de partilha e contacto com os outros e com o mundo, no âmbito das oficinas de iniciação ao cinema dirigidas a crianças e jovens de meios sensíveis em várias regiões do país, que integram o programa PARTIS – Práticas Artísticas para a Inclusão Social da Fundação Calouste Gulbenkian.
Nov 272016
 


Sessão de formação com os professores de escolas de Serpa, Vale da Amoreira, Serpa, Mértola e Lisboa,  participantes no programa pedagógico Cinema cem anos de juventude 2016-2017

Este encontro de formação foi dirigido pelas responsaveis da associação Os Filhos de Lumière, Teresa Garcia e Rossana Torres, e teve como principais pontos de trabalho a abordagem de questões sobre o tema deste ano, o jogo, através da análise de excertos de filmes, informação sobre as regras do jogo  e a apresentação e intercâmbio metodológico entre participantes. Foram também estudados as ferramentas pedagógicas do site Cinema cent ans de jeunesse.
Nov 262016
 



Os filmes-ensaio (filmes finais) do projecto Cinema, cem anos de juventude, realizados durante o ano lectivo 2015-2016 sobre o tema do Clima, foram apresentados no dia 23 de Novembro de 2016 na Cinemateca Portuguesa numa sessão pública com a presença de todos os participantes.

Projecção seguida de uma conversa com os participantes das escolas E.B.2.3. Marquesa de Alorna (Lisboa), Escola Secundária de Serpa, Escola E.B. 2.3 Vale da Amoreira (Moita), Escola Secundária de Camões, Escola Básica Pintor Almada Negreiros, Agrupamento de Escolas de Mértola...

Este dispositivo pedagógico que tem vindo a ser desenvolvido em Portugal pela mão da Associação Cultural Os Filhos de Lumière desde 2006, é realizado em parceria com a Cinemateca Francesa (coordenadora), com a Cinemateca Portuguesa e integra "O Mundo à Nossa Volta" com o apoio do Programa PARTIS da Fundação Calouste Gulbenkian, das Câmaras Municipais de Serpa, Lisboa e Moita, do ICA, dos Ministérios da Cultura e da Educação de França, e ainda do Instituto Camões e Embaixada de Portugal em França, das escolas e diversas entidades locais que participam no apoio ás viagens dos participantes a Paris.
Nov 252016
 

O filme “O Meu Tio”, de Jacques Tati foi apresentado na quarta-feira 23 de Novembro de 2016, , na sala Felix Ribeiro da Cinemateca Portuguesa numa sessão dedicada a todos os participantes nos projectos O Mundo à Nossa Volta (Cinema, cem anos de juventude e O Primeiro Olhar) e Moving Cinema.
Projecção seguida de uma conversa com os participantes das escolas E.B.2.3. Marquesa de Alorna (Lisboa), Escola Secundária de Serpa, Escola Secundária Passos Manuel (Lisboa), Escola E.B. 2.3 Vale da Amoreira (Moita), Escola Secundária de Camões, Agrupamento de Escolas de Mértola, Escola Professional AlSud (Mértola). Escola E.B.2.3 Almada Negreiros (Lisboa)...

Os parceiros que integram o projecto Moving Cinema são: A Bao A Qu (Catalunha/Espanha),  Meno Avilys (Lituânia), a França (através da Cinemateca francesa) e  o Centre for the Moving Image (Escócia/Reino Unido). Em Portugal o projecto é da responsabilidade da associação Os Filhos de Lumière, em parceria nomeadamente com a Cinemateca Portuguesa - Museu do Cinema e Cinema Fora dos Leões. Este projecto conta com o apoio da Europa Criativa – sub‐programa Média.