Se a teoria é rapidamente esquecida,
o gesto e a experiência artística
ficam no corpo, na memória, no olhar.

Set 152020
 


La Pyramide Humaine, de Jean Rouch será apresentado na quinta-feira 17 de Setembro de 2020 às 21h30 no Auditório Soror Mariana em Évora, no âmbito do ciclo No País do Cinema numa sessão de Cinema-Fora-dos Leões / Universidade de Évora, em parceria com Os Filhos de Lumière, no âmbito do ciclo "La Vie, c'était l'écran" em comemoração do centenário do nascimento de Éric Rohmer. Entrada livre.
 
O presente ciclo de cinema centra-se no trabalho crítico de Rohmer. Ao todo, serão exibidos nove filmes que, progressivamente, vai assinalando os temas, as ideias e as formas que Rohmer viria a cristalizar na sua vasta filmografia – o recurso a uma extrema economia de meios, a importância dos reencontros amorosos, da sedução, da escrita e dos diálogos – compondo um complexo atlas rohmeriano.
 
Compreende filmes de cineastas que foram referências incontornáveis (Renoir, Rossellini e Rouch), um filme que defendeu arduamente contra os seus colegas redatores dos Cahiers(Veneno e Eternidade) e outros sobre os quais escreveu extensamente. Por fim, para encerrar este ciclo, será exibida a sua obra-prima final (A Inglesa e o Duque), com apresentação de Pierre Léon e de Philippe Fauvel. Rever sob uma nova perspectiva o pensamento de Rohmer implica reflectir sobre a nouvelle vague francesa através de um dos seus membros fundadores.

Esta sessão é organizada com o apoio do Institut Français du Portugal, da Ambassade de France à Lisbonne, da Direcção Regional de Cultura do Alentejo e da Universidade de Évora e do ICA - Instituto do Cinema e do Audiovisual.