Se a teoria é rapidamente esquecida,
o gesto e a experiência artística
ficam no corpo, na memória, no olhar.

Jan 102012
 







Na Fundação Calouste Gulbenkian, Auditório 3, quarta-feira, 11 de Janeiro ás 18h00, vai decorrer a sessão de lançamento do livro "Arte e Delinquência", coordenado por Jorge Barreto Xavier e com apresentação de Álvaro Laborinho Lúcio e Viriato Soromenho Marques, livro que reflecte sobre o programa promovido pela Fundação Calouste Gulbenkian, que decorreu durante dois anos, com um grupo de jovens em cada um dos três Centros Educativos de Lisboa, levando-os a descobrir as diferentes artes através da experimentação e do contacto com aqueles que as praticam.

A Associação Os Filhos de Lumière participou neste projecto, "Tecer a Cidade", em 2009 através do seu programa de iniciação ao cinema "O Primeiro Olhar" com três oficinas : O Primeiro Olhar 46, O Primeiro Olhar 47, O Primeiro Olhar 48

A experiência destas oficinas com jovens dos três centros educativos, que realizaram pequenos filmes apoiados por profissionais de cinema - onde uma vez afastada a violência que inicialmente tinham desejado acabou por vingar um lado poético - acompanha esta reflexão.