Se a teoria é rapidamente esquecida,
o gesto e a experiência artística
ficam no corpo, na memória, no olhar.

 

Fevereiro 2013 – Fevereiro 2020

Fev
20
Qua
2013
ESCOLA NO CINEMA (1) OHAYO Bom Dia de Yasujiro Ozu @ Cinemateca Portuguesa
Fev 20 @ 11:00 – 13:00

Oyaho004Ohayo, Bom Dia, de Yasujiro Ozu, foi a obra escolhida para dar início ao programa piloto de Os Filhos de Lumière  “Escola no Cinema”, que conta já com o apoio da Cinemateca para uma primeira projecção do filme, numa sessão reservada aos alunos das escolas envolvidas no projecto.

Out
31
Qui
2013
ESCOLA NO CINEMA (2): ANIKI BÓBÓ @ Cineteatro Municipa de Serpa
Out 31 @ 14:30 – 16:30

aniki bóbó2BLG2

 

A Associação Os Filhos de Lumière desenvolve, actualmente, através do Programa Estímulo à Melhoria das Aprendizagens da Fundação Calouste Gulbenkian, um projecto com a Escola Secundária de Serpa. No âmbito desta iniciativa, alunos e professores participaram em oficinas formativas, “Olhar à Volta” e “Filmar“, assim como no programa piloto “A Escola no Cinema“, que consiste em projecções acompanhadas de apresentação de pistas a desenvolver na sala de aula.

 O envolvimento da Cinemateca Portuguesa foi inestimável para o começo desta faceta do programa, através da projecção do filme “Bom Dia”, de Yasujiro Ozu, no dia 20 de Fevereiro de 2013, oferecendo uma valiosa experiência de visionamento de um filme em sala de cinema aos participantes.

Neste início de ano lectivo, vamos apresentar o filme “Aniki Bóbó”, de Manoel de Oliveira, no CineTeatro Municipal de Serpa, no dia 31 de Outubro de 2013, para professores e alunos,.

Fev
13
Qui
2014
ESCOLA NO CINEMA (3) AS DONZELAS DE ROCHEFORT de Jaques Demy @ Cineteatro Municipal de Serpa
Fev 13 @ 14:30 – 17:00

demoiselles-de-rochefort03BLG2

A Associação Os Filhos de Lumière desenvolve, actualmente, através do Programa Estímulo à Melhoria das Aprendizagens da Fundação Calouste Gulbenkian, um projecto com a Escola Secundária de Serpa. No âmbito desta iniciativa, alunos e professores participaram em oficinas formativas, “Olhar à Volta” e “Filmar“, assim como no programa piloto “A Escola no Cinema“, que consiste em projecções acompanhadas de apresentação de pistas a desenvolver na sala de aula.

 O envolvimento da Cinemateca Portuguesa foi inestimável para o começo desta faceta do programa, através da projecção do filme “Bom Dia”, de Yasujiro Ozu, no dia 20 de Fevereiro de 2013, oferecendo uma valiosa experiência de visionamento de um filme em sala de cinema aos participantes.

Neste início de ano lectivo, vamos apresentar o filme “As Donzelas de Rochefort ”, de Jacques Demy, no CineTeatro Municipal de Serpa, no dia 14 de Fevereiro de 2014, para professores e alunos.

Abr
3
Qui
2014
Seminário Projecto EMA “Do Cinema” : Olhar à Volta @ Cineteatro Municipal de Serpa
Abr 3 @ 09:45 – 17:45
EMA mof uma vida P1050045BLG2
Seminário de conclusão do projecto EMA (Estimulo à Melhoria das Aprendizagens), projecto realizado na Escola Secundária de Serpa em parceria com a Associação “Os Filhos de Lumière”, com o apoio da Fundação Calouste Gulbenkian.
Desde o início do ano lectivo 2012-2013 decorre em Serpa a realização do programa “Olhar à Volta“.
O projecto Olhar à Volta consiste no desenvolvimento de competências dos alunos através do cinema e do vídeo, que resulte na melhoria do seu desempenho escolar. É um trabalho que está a ser desenvolvido com a Escola Secundária de Serpa no âmbito do Programa EMA (Estímulo à Melhoria das Aprendizagens). Pressupõe a realização de oficinas de iniciação ao cinema (O Primeiro Olhar) dirigidas a três turmas de diferentes anos do ensino básico (7º, 8º e 9º) ao longo de um ano lectivo e aos professores (Filmar) assim como apresentação de filmes em sala de cinema (Escola no Cinema)
09:45 – Sessão de abertura
10:00 – Apresentação Projeto EMA
10:15 – A experiência dos “Filhos de Lumièrè” (Esc. Sec. Serpa) por Teresa Garcia e José Lã Correia
10:30 – Pausa
11:00 – A Escola e o Cinema
11:20 – 100Cenas – E.Sec. Castro verde
11:50 – Testemunho Diogo Gouveia
12:10 – Testemunho Professores na Tela
12:30 – – Interação com público
13:15 – Almoço
14:30 – Visionamento de filmes de alunos e professores
Irresponsabilidade (O Primeiro Olhar)
O Ciclono (O Primeiro Olhar)
Uma Vida (O Primeiro Olhar)
Vergonha (Filmar)
A Alameda (Filmar)
(Des)Encontros (Filmar)
15:30 – Resultados Projeto EMA
16:00 – Encerramento
Mai
27
Qua
2015
CINEMA, CEM ANOS DE JUVENTUDE / O PRIMEIRO OLHAR: Os Filmes da Moita – Coimbra @ Casa da Esquina
Mai 27 @ 17:30 – 19:00

CCAJ 2009 MOITA Flamingos vo-1   Apresentaçõ de filmes realizados no âmbito dos programas pedagógicos O Primeiro Olhar e Cinema, cem anos de juventude, desde 2007 no concelho da Moita.

Jan
19
Ter
2016
CINED – 2º Encontro dos Parceiros @ Associação Cultural Macondo
Jan 19 – Jan 22 all-day

20160120 CINED BUCAREST IMG_4853-1BLG2

Entre os dias 19 e 22 de Janeiro, decorreu em Bucareste, na Roménia, o segundo encontro do projecto CinEd, um programa de cooperação europeia em prol da educação para o cinema, promovido pelo Institut Français e da responsabilidade em Portugal, de Os Filhos de Lumière, em parceria nomeadamente com a Cinemateca Portuguesa – Museu do Cinema, a associação Luzlinar (Trancoso e Fundão), o Cinema Fora dos Leões (Évora) e a Entre Imagem (Mértola), e na Roménia de Macondo e Next.

Este encontro, orientado pela Nathalie Bourgeois, responsável pelo serviço pedagógico da Cinemateca Francesa, reuniu os parceiros de Portugal e Roménia, num momento que permitiu a discussão e reflexão sobre os cadernos pedagógicos que serão uma importante base de trabalho para professores, alunos e todos aqueles que se interessam pelo conhecimento dos filmes que farão parte do programa.

O CinEd, coordenado pelo Institut Français, associa A Bao A Qu (Espagne), Os Filhos de Lumière (Portugal), GET-Cooperativa sociale (Italie), NexT et Macondo (Roumanie), SEVEN (Bulgarie), Association of Czech Film Clubs (République tchèque) e apoiado pela Europa Criativa / programa Media. Trata-se de um programa inovador e estruturado de educação ao cinema que propõe uma selecção de filmes europeus e recursos pedagógicos em oito línguas, disponíveis numa plataforma digital com qualidade para projecção em sala, englobando também uma componente de formação de professores e da prática de cinema.

Out
26
Qua
2016
O MUNDO À NOSSA VOLTA / MOVING CINEMA – Sessão especial Cuba @ Cinemateca Portuguesa
Out 26 @ 15:30 – 18:00

por-primeira-vezblg2

O DocEscolas, no âmbito do Festival DocLisboa, apresenta  sessões de cinema para alunos dos vários graus de ensino, com debates a acompanhar os filmes. Todas as sessões são acompanhados de debate, realçando a importância e a pertinência artística, social, política e filosófica do filme assistido

“Por um Cinema Impossível: documentário e vanguarda em Cuba”

Sessão seguida de debate com Os Filhos de Lumière

serão apresentados:

Por Primera Vez, de Octavio Cortázar, 1967, Cuba, 10’ 

As unidades de cinema móvel do Instituto Cubano del Arte e Industria Cinematográficos visitam um local remoto, nas montanhas do leste. Impressões e opiniões dos camponeses da zona, que vêem cinema pela primeira vez. 

Nuestra Olimpiada en La Habana, de José Massip, 1968, Cuba, 19’ 

Reportagem humorística sobre a XVII Olimpíada Mundial de Xadrez, que teve lugar em Havana, em 1966: os preparativos, o interesse do público, as expressões faciais, as caretas nervosas e os gestos dos grandes mestres. 

Acerca de un Personaje que Unos llaman San Lázaro y Otros llaman Babalú, de Octavio Cortázar, 1968, Cuba, 20’ 

A celebração do dia de São Lázaro, no santuário El Rincón, a 25km de Havana, serve para uma reflexão sobre diferentes formas de religiosidade. São Lázaro e Babalú são as versões católica e ioruba (religião afro-cubana) do santo das doenças de pele. 

Cofia Arábiga, de Nicolás Guillén Landrián | 1968 | Cuba | 18’ 

O filme aborda o cultivo do café e o seu processamento agrícola e industrial. A utilização de The Fool on the Hill, dos Beatles, gerou polémica e o filme foi banido logo que o plano estatal traçado para a produção de café colapsou. 

En la Otra Isla, de Sara Gómez | 1968 | Cuba | 41’ 

Conjunto disperso de retratos individuais dos habitantes da ilha de Pinos [actualmente, Ilha da Juventude], que contam as suas histórias, partilham reflexões e abordam temas como o racismo e a delinquência, tabu para muitos cineastas da época. 

Jun
26
Ter
2018
CINED III – Simpósio – Transmitir o cinema de património aos jovens de hoje – Festival Il Cinema Ritrovato @ Cineteca di Bolonha
Jun 26 @ 09:00 – 17:30
20180628 CinEd Bolonha Conferência_SITE
CinEd acaba de reunir o conjunto dos seus parceiros em Bolonha para um Simpósio de balanço entre 26 e 29 de Junho no âmbito do Festival Il Cinema Ritrovato.
Há um ano atrás, CinEd iniciou uma colaboração com o projecto europeu de educação ao cinema “Flick”, coordenado pela Cinemateca de Bolonha. Nesse âmbito foi co-organizado um seminário público intitulado “Transmitir o cinema de património aos jovens de hoje”.
Com Gian Luca Farinelli, director da Cinemateca de Bolonha, que abriu o seminário com a nova directora do departamento de cinema do Institut Français (em Paris), Emilie Boucheteil, foram apresentadas várias intervenções como a do historiador de cinema e pedagogo Alain Bergala, que permitiram importantes partilhas entre vários actores da educação ao cinema na Europa vindos por exemplo da Holanda (EYE), da Alemanha (Deutsches Film Insittut), da Polónia (Narodowy Instytut Audiowisualny) ou ainda de Portugal (Cinemateca Portuguesa na pessoa de José Manuel Costa) e entre os parceiros de CinEd: Roménia (Next), França (Cinemateca Francesa), Portugal (Associação Os Filhos de Lumière).
Os debates foram moderados pelo crítico de cinema Jean-Michel Frodon e pela exibidora Madeleine Probst du Watershed do Reino Unido.
CinEd e FLICK trabalham igualmente em cooperação a fim de constituir no quadro do Ano Europeu do Património, para acrescentar á Colecção CinEd, dois programas de filmes em torno do cinema das origens e do cinema experimental e de vanguarda dirigidos prioritariamente aos professores e educadores e aos jovens espectadores.
Out
23
Ter
2018
Shortcut – Encontro dos parceiros @ Nerve Centre - Derry~Londonderry
Out 23 @ 09:30 – Out 24 @ 17:30

Nerve Centre rua_SITE

Nos dias 23 e 24 de Outubro de 2018 os responsáveis da associação Os Filhos de Lumiére irão a Derry~Londonderry (Irlanda do Norte) para o lançamento de Shortcut num encontro com todos os parceiros  que dará início ao programa para o ano de 2018-2019

“Shortcut” é um programa europeu de educação ao cinema promovido pelo Fundacja Centrum Edukacji Obywatelskiej(Polónia) que associa 4 parceiros europeus em 4 países (Polónia – Fundacja Centrum Edukacji Obywatelskieje Filmoteka Szkolna Akcja / Irlanda do Norte – The Nerve Centre/ Portugal – Os Filhos de Lumière / República Checa –Clovek V Tsini Ops (People in Need) .

O programa acaba de ser seleccionado no ano da sua criação, com o apoio da Europa Criativa/ Programa MEDIA da União Europeia, no quadro do seu apelo a candidaturas para o apoio á educação cinematográfica.

Shortcut vai centrar-se na elaboração de uma metodologia e ferramentas para o trabalho dos professores e educadores centrada no filme de curta metragem – de todos os tempos – como objecto artístico e vai desenvolver os seguintes temas:

  • Formas de aprendizagem em rede e peer to peer.
  • uma selecção (e acquisição dos direitos) que irá constituir uma colecção de curtas metragens accessível no âmbito deste programa pedagógico.
  • criação e desenvolvimento de material de apoio
  • implementação do programa e orientação nas escolas (nos 4 países)
  • apoio a residências de cineastas em escolas seleccionadas para experimentar, desenvolver e melhorar a metodologia em situações concretas com os professores e alunos.
  • eventos nacionais de aprendizagem e “networking”.
  • encontros de cooperação e de reflexão entre parceiros e actores da transmissão do cinema na Europa.
Nov
17
Sáb
2018
O MUNDO À NOSSA VOLTA / CINED na 3ª Conferência Plano Nacional de Cinema @ Cinemateca Portuguesa
Nov 17 @ 09:00 – 13:30

No âmbito da 3ª Conferência do  Plano Nacional de Cinema intitulada “Entre Espaços, a Escola e o Cinema” que terá lugar na Cinemateca Portuguesa, no dia 17 de Novembro com início às 9h00, até 13h30, a associação Os Filhos de Lumière irá apresentar os seus projectos e metodologia de trabalho com jovens, professores e mediadores culturais no painel “Cinema é no Cinema: experiências de formação cinematográficas”, com moderação de Elsa Mendes, coordenadora nacional do PNC. Teresa Garcia apresentará os diversos projectos – O Mundo à Nossa Volta: Cinema, cem anos de juventude e O Primeiro Olhar e Filmar assim como os projectos europeus CinEd, Shortcut e Le Cinéma, cent ans de jeunesse) implantados em Portugal pela associação, e Ana Eliseu apresentará exemplos de trabalho prático com os professores e alunos através dos cadernos pedagógicos, no âmbito da formação  “Crescer com o Cinema” que integra o projecto Europeu CinEd.

Esta conferência conta com a presença de José Manuel Costa, Director da Cinemateca Portuguesa, de José Vitor Pedroso, Director-Geral da Educação, Luís Chaby Vaz, Presidente do Conselho Directivo do ICA, João Costa, Secretário de Estado da Educação e Ângelo Carvalho Ferreira , Secretária de Estado da Cultura.

Abr
29
Seg
2019
SHORTCUT – Encontro dos parceiros @ Cinemateca Portuguesa
Abr 29 @ 09:00 – Abr 30 @ 13:30

O  segundo encontro entre os parceiros do projecto Shortcut, a decorrer em Lisboa em 29 e 30 de Abril, e em que serão pensados os recursos pedagógicos das curtas-metragens que serão disponibilizadas pelo Shortcut para ser trabalhadas nas escolas (e fora delas) pelos formadores, professores, mediadores culturais e jovens; esta sessão será uma oportunidade de dar a conhecer o projecto em Portugal.

SHORTCUT – Apresentação pública do projecto – Rafa, de João Salaviza e Mindenki (Canta) de Kristóf Deák @ Cinemateca Portuguesa
Abr 29 @ 18:30 – 20:30
Rafa, de João Salaviza (Portugal, 2012) e Mindenki (Canta) de Kristóf Deák (Hungria, 2016) serão apresentados na sessão de apresentação do programa europeu “Shortcut” que terá lugar na sala Luís de Pina da Cinemateca Portuguesa na próxima segunda-feira dia 29 de Abril, com início às 18h30 . 
 
Estas duas curtas-metragens fazem parte dos filmes que serão trabalhados no âmbito do programa “Shortcut”. O programa europeu Shortcut (“Histórias Curtas, Grandes Questões”) é promovido pela Fundacja Centrum Edukacji Obywatelskiej (Polónia) e centrado no filme de curta-metragem como objecto artístico e no seu encontro com as questões fundamentais da cidadania e da inclusão. 
 
Os Filhos de Lumière é a Associação responsável pela estratégia e o desenvolvimento do Shortcut em Portugal e insere-se numa rede constituída por quatro parceiros de quatro países que, para além de Portugal, são a Polónia, a Irlanda do Norte e a República Checa
 
Aproveitando o segundo encontro entre os parceiros deste projecto, a decorrer em Lisboa em 29 e 30 de Abril, e em que serão pensados os recursos pedagógicos das curtas-metragens que serão disponibilizadas pelo Shortcut para ser trabalhadas nas escolas (e fora delas) pelos formadores, professores, mediadores culturais e jovens; esta sessão será uma oportunidade de dar a conhecer o projecto em Portugal.
Mai
4
Sáb
2019
Rede Cultura 2027 @ Auditório Municipal de Figueiró dos Vinhos.
Mai 4 @ 15:00 – 19:00
Teresa Garcia, presidente da associação cultural Os Filhos de Lumière foi convidada a participar no encontro “Cinema e Audiovisual: Olhares que nos movem, ecrãs e objectivas, lentes que contam de nós” no âmbito dos encontros “Prelúdio de ideias em 9 andamentos” que vai decorrer no dia 4 de Maio de 2019, de 15h00 às 19h00, no Auditório Municipal de Figueiró dos Vinhos.
Oradores convidados: 
Marta Fernandes, vereadora da Cultura Figueiró dos Vinhos;
Rafael Almeida,  diretor Shortcutz Figueiró dos Vinhos;
Bruno Carnide, realizador de cinema e diretor Leiria Film Fest;
Teresa Garcia, presidente da Associação Os Filhos de Lumière;
João Lopes, crítico de Cinema, Encenador, Professor e Realizador;
Pedro Neves, documentarista.
O encontro será moderado por Ana Isabel Costa, jornalista
 
Estes encontros decorrem no território dos 26 municípios que aderiram à proposta de Leiria de participar na  Rede Cultura 2027 e dirigem-se a toda a comunidade, e juntam pessoas referentes em cada uma das áreas em reflexão.
 
A Rede Cultura 2027 e a candidatura de Leiria a Capital Europeia da Cultura, sustentadas por esta união de 26 municípios (das CIM de Leiria, Oeste e Médio Tejo) que foi formalizada no dia 22 de fevereiro último, têm como matriz a realidade, mas sobretudo as ambições e a fórmula de interagir e complementar-se dos agentes culturais e das comunidades que habitam todo o território destas vilas e cidades parceiras.
Mai
25
Sáb
2019
CINED IV – O Cinema por dentro @ Teatro Miguel Franco, Leiria
Mai 25 @ 10:00 – 13:00
No dia 25 de Maio de 2019 terá lugar no Teatro Miguel Franco, em Leiria, uma oficina de formação para professores e mediadores culturais, O Cinema por Dentro, inserida no programa CinEd.

O Cinema Por Dentro

Workshop de sensibilização à linguagem e matéria do cinema, a partir da visualização, análise e discussão de filmes, do ponto de vista da criação cinematográfica.  Apresentação e exploração dos múltiplos recursos pedagógicos produzidos no âmbito dos programas de cooperação europeia (e internacional) de educação ao cinema: CinEd, Moving Cinema e Cinema, Cem Anos de Juventude, disponibilizados em Sites e Plataformas, que poderão vir a ser utilizados mediante uma inscrição gratuita por quem quiser usufruir dessas ferramentas e meios. São lançadas pistas de trabalho sobre uma pedagogia de educação para o cinema, adaptável a diferentes idades, regiões, lugares, meios, dentro e fora da escola, que tem vindo a ser pensada, discutida, experimentada e partilhada há já largos anos com parceiros de vários países do mundo, através do projecto O Mundo à Nossa Volta (que a associação Os Filhos de Lumière coordena em Portugal há já 10 anos).

O projecto O Cinema por Dentro é realizado em colaboração com a Cinemateca Portuguesa-Museu do Cinema e o Plano Nacional de Cinema (PNC), sendo especialmente relevante nos caminhos que as escolas têm vindo a abrir em métodos educativos alternativos

CinEd é um programa europeu de educação ao cinema dirigido a jovens entre os 6 e os 18 anos, criado em 2015. Promovido pelo Institut Français (em Paris), o programa associa 10 parceiros europeus em 9 países (Bulgária – Arte Urbana Collectif / Espanha -– Associação A Bao A Qu / França – Institut français e La Cinémathèque française – parceiro pedagógico / Finlândia – IhmeFilmi / Italia -– GET Cooperativa sociale / Portugal – Os Filhos de Lumière / República Checa – Association of Czech Film Clubs ACFK / Roménia – NEXT / Lituânia – Meno Avilys).

O projecto CinEd tem o apoio do programa Europa Criativa/Média da Comissão Europeia e em Portugal do ICA – Instituto do Cinema e Audiovisual no âmbito do programa Ad Hoc.

Out
28
Seg
2019
CinEd V – Kick Off 2019-2020 @ Bari e Matera, Itália
Out 28 – Out 31 all-day

Em Outubro de 2019 a cooperativa Get, responsável do programa CinEd na Itália, irá acolher o lançamento de CinEd V no âmbito dos eventos da Capital Europeia da Cultura 2019,  em Matera, Itália, todos os parceiros dos nove países envolvidos, num encontro em Bari que dará inícío ao programa para o ano de 2019-2020. (datas exactas a confirmar)

 

foto: Bönisch [CC BY-SA 2.0 de (https://creativecommons.org/licenses/by-sa/2.0/de/deed.en)]

Nov
23
Sáb
2019
CINED V – O Cinema por Dentro / Cinema, cem anos de juventude / SHORTCUT @ Palácio Valenças - Sintra
Nov 23 @ 10:00 – 13:00
No dia 23 de Novembro de 2019 teve lugar no Palácio Valenças, em Sintra, uma oficina de formação para professores e mediatores culturais, O Cinema por Dentro, inserida no programa CinEd, organizada em parceria com a Rede de Bibliotecas Escolares e a Câmara Municipal de Sintra.
 
Oficina orientada por Ana Eliseu com o apoio de Sann Gusmão.

O Cinema Por Dentro

Workshop de sensibilização à linguagem e matéria do cinema, a partir da visualização, análise e discussão de filmes, do ponto de vista da criação cinematográfica.  Apresentação e exploração dos múltiplos recursos pedagógicos produzidos no âmbito dos programas de cooperação europeia (e internacional) de educação ao cinema: CinEd, Cinema, Cem Anos de Juventude e Shortcut,  disponibilizados em Sites e Plataformas, que poderão vir a ser utilizados mediante uma inscrição gratuita por quem quiser usufruir dessas ferramentas e meios. São lançadas pistas de trabalho sobre uma pedagogia de educação para o cinema, adaptável a diferentes idades, regiões, lugares, meios, dentro e fora da escola, que tem vindo a ser pensada, discutida, experimentada e partilhada há já largos anos com parceiros de vários países do mundo, através do projecto O Mundo à Nossa Volta (que a associação Os Filhos de Lumière coordena em Portugal desde 2006).

CinEd é um programa europeu de educação ao cinema dirigido a jovens entre os 6 e os 18 anos, criado em 2015. Promovido pelo Institut Français (em Paris), o programa associa 10 parceiros europeus em 9 países (Bulgária – Arte Urbana Collectif / Espanha -– Associação A Bao A Qu / França – Institut français e La Cinémathèque française – parceiro pedagógico / Finlândia – IhmeFilmi / Italia -– GET Cooperativa sociale / Portugal – Os Filhos de Lumière / República Checa – Association of Czech Film Clubs ACFK / Roménia – NEXT / Lituânia – Meno Avilys).

O projecto CinEd tem o apoio do programa Europa Criativa/Média da Comissão Europeia e em Portugal do ICA – Instituto do Cinema e Audiovisual no âmbito do programa Ad Hoc.

Dez
5
Qui
2019
SHORTCUT – Formação “O Cinema: Ver, Ouvir, Sentir” @ Escola Básica D. Martinho Vaz de Castelo Branco - Póvoa de Santa Iria
Dez 5 @ 14:30 – 16:30
Decorreu no dia 4 de Dezembro de 2019 mais uma sessão da acção de formaço do projecto Shortcut, “O Cinema: Ver, Ouvir, Sentir”, na Escola Básica D. Martinho Vaz de Castelo Branco, na Póvoa de Santa Iria.
 
Esta formação incide especialmente nas questões de cidadania e direitos humanos, dirigida a jovens entre os 6 e os 19 anos de idade, procurando simultaneamente aprofundar a sétima arte como objecto artístico e modalidade de conhecimento da vida e do mundo. 
 
Decorre num período entre dois e três meses, dando a conhecer uma metodologia participativa inovadora, através do contacto com a linguagem e matéria do cinema, em diálogo com as questões fundamentais da inclusão (a partir de uma selecção de filmes disponíveis nas plataformas em que Os Filhos de Lumière participam, em cooperação com os parceiros europeus), e com a experimentação prática dos seus múltiplos recursos pedagógicos. 
 
Esta acção de formação inscreve-se neste programa e destina-se a professores, professores bibliotecários, mediadores culturais e a outros interessados.
 
Aformação está estruturada em 4 sessões presenciais (com a duração de 3 horas por sessão) e de um trabalho autónomo a realizar pelos professores formandos com um grupo de alunos (o mesmo grupo que assiste às projecções).

O programa europeu Shortcut (“Histórias Curtas, Grandes Questões”) é promovido pela Fundacja Centrum Edukacji Obywatelskiej (Polónia) e centrado no filme de curta-metragem como objecto artístico e no seu encontro com as questões fundamentais da cidadania e da inclusão. 

 

Os Filhos de Lumière é responsável pela estratégia e o desenvolvimento do Shortcut em Portugal e insere-se numa rede constituída por quatro parceiros de quatro países que, para além de Portugal, são a Polónia, a Irlanda do Norte e a República Checa.
Jan
9
Qui
2020
SHORTCUT – Formação “O Cinema: Ver, Ouvir, Sentir” @ Escola Secundária Rainha Dona Amélia
Jan 9 @ 15:30 – 18:30
Decorreu no dia 9 de Janeiro de 2020 mais uma sessão da acção de formaço do projecto Shortcut, “O Cinema: Ver, Ouvir, Sentir”, na Escola Secundária Rainha Dona Amélia, em Lisboa. 
 
Esta formação incide especialmente nas questões de cidadania e direitos humanos, dirigida a jovens entre os 6 e os 19 anos de idade, procurando simultaneamente aprofundar a sétima arte como objecto artístico e modalidade de conhecimento da vida e do mundo.
 
Nesta sessão foram apresentados os recursos pedagógicos do projectos Shortcut, visionados dois filmes da colecção Shortcut – O País de Adnan (Abu Adnan) de Sylvia Le Fanu e Canta (Mindeki) de Kristóf Deák assim como uma curta-metragem da colecção CinEdLuzinha (Petite Lumière) de Alain Gomis, projecção seguido de uma conversa com os formadores da associação Os Filhos de Lumière, Teresa Garcia e Luís Alves de Matos.
 
Decorre num período entre dois e três meses, dando a conhecer uma metodologia participativa inovadora, através do contacto com a linguagem e matéria do cinema, em diálogo com as questões fundamentais da inclusão (a partir de uma selecção de filmes disponíveis nas plataformas em que Os Filhos de Lumière participam, em cooperação com os parceiros europeus), e com a experimentação prática dos seus múltiplos recursos pedagógicos.
 
Esta acção de formação inscreve-se neste programa e destina-se a professores, professores bibliotecários, mediadores culturais e a outros interessados.
 
A formação está estruturada em 4 sessões presenciais (com a duração de 3 horas por sessão) e de um trabalho autónomo a realizar pelos professores formandos com um grupo de alunos (o mesmo grupo que assiste às projecções).
 
O programa europeu Shortcut (“Histórias Curtas, Grandes Questões”) é promovido pela Fundacja Centrum Edukacji Obywatelskiej (Polónia) e centrado no filme de curta-metragem como objecto artístico e no seu encontro com as questões fundamentais da cidadania e da inclusão. 

Os Filhos de Lumière é responsável pela estratégia e o desenvolvimento do Shortcut em Portugal e insere-se numa rede constituída por quatro parceiros de quatro países que, para além de Portugal, são a Polónia, a Irlanda do Norte e a República Checa.
 
O projecto Shortcut tem o apoio do programa Europa Criativa/Média da Comissão Europeia, em Portugal do ICA – Instituto do Cinema e Audiovisual no âmbito do programa Ad Hoc e, em Lisboa, da Câmara Municipal de Lisboa
Jan
15
Qua
2020
SHORTCUT – Formação “O Cinema: Ver, Ouvir, Sentir” @ Escola Básica D. Martinho Vaz de Castelo Branco - Póvoa de Santa Iria
Jan 15 @ 14:30 – 17:30
Decorreu no dia 15 de Janeiro de 2020 mais uma sessão da acção de formaço do projecto Shortcut, “O Cinema: Ver, Ouvir, Sentir”, na Escola Básica D. Martinho Vaz de Castelo Branco, na Póvoa de Santa Iria.
 
Esta formação incide especialmente nas questões de cidadania e direitos humanos, dirigida a jovens entre os 6 e os 19 anos de idade, procurando simultaneamente aprofundar a sétima arte como objecto artístico e modalidade de conhecimento da vida e do mundo. 
 
Nesta sessão foram apresentados os recursos pedagógicos do projectos Shortcut, visionados um filme da colecção Shortcut –  Canta (Mindeki) de Kristóf Deák assim como uma curta-metragem da colecção CinEdLuzinha (Petite Lumière) de Alain Gomis, projecção seguido de uma conversa com a formadora da associação Os Filhos de Lumière, Ana Eliseu.
 
O programa europeu Shortcut (“Histórias Curtas, Grandes Questões”) é promovido pela Fundacja Centrum Edukacji Obywatelskiej (Polónia) e centrado no filme de curta-metragem como objecto artístico e no seu encontro com as questões fundamentais da cidadania e da inclusão.
 
Os Filhos de Lumière é responsável pela estratégia e o desenvolvimento do Shortcut em Portugal e insere-se numa rede constituída por quatro parceiros de quatro países que, para além de Portugal, são a Polónia, a Irlanda do Norte e a República Checa.
 
O projecto Shortcut tem o apoio do programa Europa Criativa/Média da Comissão Europeia e em Portugal do ICA – Instituto do Cinema e Audiovisual no âmbito do programa Ad Hoc. 
Fev
10
Seg
2020
2º Encontro Cinema – Educação / L’Intrusa, de Leonardo di Costanzo @ Cinemateca Portuguesa
Fev 10 @ 21:30 – 23:45

 

Na abertura do 2º Encontro Cinema Educação será apresentado o filme de Leonardo di Costanzo “L’Intrusa” com a presença do realizador. A projecção será seguida de uma conversa com Leonardo di Costanzo e Alain Bergala.

“Nápoles. Hoje. Giovanna, uma assistente social combativa com 60 anos, enfrenta uma criminalidade omnipresente. É gerente de um centro que cuida de crianças desfavorecidas e oferece uma alternativa ao domínio da máfia da cidade. Um dia, a esposa de um criminoso implacável da Camorra, a jovem Maria, fugindo com seus dois filhos, refugia-se neste centro. Quando ela pede sua proteção, Giovanna encontra-se confrontada, como uma Antigone moderna, com um dilema moral que ameaça destruir o seu trabalho e a sua vida.

L’Intrusa levanta a questão da coragem do cidadão e da utopia social, quando a realidade desencoraja-os diariamente. Um filme forte, obstinado e sustentado pela fé num mundo melhor.” in Festa do Cinema Italiano

O 2º Encontro Cinema Educação, organizado pela Cinemateca Portuguesa e a associação Os Filhos de Lumière, conjuntamente como Plano Nacional das Artes, vai decorrer de 10 a 12 de Fevereiro de 2020 na Cinemateca Portuguesa

 
Num contexto em que volta a ser tema de discussão alargada a relação entre a educação e as artes – não apenas o ensino artístico mas o universo mais vasto da educação pela arte e do papel das artes em todo o âmbito educativo –, num contexto em que vários novos projetos sobre a iniciação ao cinema percorrem a Europa e têm eco no nosso país (CinED, ShortcutCinéma cent ans de jeunesse), e num contexto em que está, aliás, em desenvolvimento mais uma iniciativa governamental em que se procura a inserção do cinema nos percursos escolares (o Plano Nacional das Artes), a Cinemateca junta-se à Associação Os Filhos de Lumière para organizar um encontro dedicado às múltiplas vertentes da relação entre o Cinema e a Educação.