Jan 132017
 


A associação Os Filhos de Lumière, em parceria com a FPC/Museu das Comunicações, promove a partir do dia 24 de Janeiro e até o dia 23 de Fevereiro duas acções de formação para professores e adultos interessados: “O Que é o Cinema? II” e “Filmar 22”.

Ambas as formações se focam na apresentação dos projectos de cooperação europeia dos quais a associação é responsável por desenvolver em Portugal – CinEd, Moving Cinema e Cinema, cem anos de juventude.

Os projectos Moving Cinema e CinEd são projectos apoiados pelo programa MEDIA da Europa Criativa e que envolvem a participação de entidades parceiras de outros países europeus – Espanha, França, Itália, Roménia, entre outros – que visam a sensibilização para o cinema junto das camadas mais jovens através do contacto com filmes e com cineastas. Estes programas procuram dar a conhecer as experiências e os métodos partilhados entre os vários países, com o objectivo de encontrar novas formas de dar a descobrir e apreciar as obras cinematográficas nacionais e europeias.

Já o programa Cinema, cem anos de juventude, coordenado pela Cinemateca Francesa, reúne a uma escala internacional, profissionais de cinema, professores, alunos, salas de cinema, associações e cinematecas. O programa, criado em França em 1995, centra-se na realização de oficinas de sensibilização para o cinema, dentro e fora da escola, na dinamização de vários encontros e  projecções em sala de cinema.

A formação “O Que é o Cinema? II” terá uma duração de 12h30 enquanto a formação “Filmar 22” terá uma duração de 27h onde está incluída a prática de realização. Ambas as formações terão um tronco comum onde serão apresentados e trabalhados os recursos pedagógicos que estes programas europeus disponibilizam, tais como cadernos de reflexão e análise sobre filmes do património cinematográfico europeu. Ambos os cursos são acreditados pelo centro de formação Calvet de Magalhães.

Mais informações: filhos.lumiere[at]gmail.com
Fev 022016
 

“O Cinema como Ferramenta de Aprendizagem”, reportagem de Maria João Leite, sobre o trabalho desenvolvido pela associação Os Filhos de Lumière, na edição nº206 da revista “A Página da Educação” (Inverno 2015).
O cinema pode ser uma boa ferramenta de aprendizagem. Na escola e na vida. Fazer chegar o cinema a diferentes públicos, sensibilizando-os para a sétima das artes e fazendo-os comprender a arte cinemagráfica, é a missão d’Os Filhos de Lumière. Esta associação cultural concebe e promove diversas atividades que estimulam os participantes a ver o mundo de outra forma. Eles aprendem a olhar e a establecer relações. Porque o cinema também educa…
Maria João Leite