Abr 282016
 
20160502 Europa Criativa
Os Filhos de Lumière, associação cultural vocacionada para a sensibilização ao cinema enquanto forma de expressão artística, foi convidada pelo responsável do Media Desk do Europa Criativa, a apresentar no dia 2 de Maio, no Cinema São Jorge, em Lisboa, os projectos europeus de sensibilização ao cinéma CinEd (desde 2015) e Moving Cinema (desde 2014), que que têm sido desenvolvidos em colaboração com todos os países parceiros envolvidos.
Os dois projectos propõem de forma complementar a descoberta do cinema, explorando a sua riqueza e diversidade, como forma de conhecimento, de criação, de pensar e de imaginar o mundo.
Será ainda apresentado nesta sessão, na parte dedicada ao projectos desenvolvidos por Os Filhos de Lumière, o novo website do programa pedagógico “Cinema, cent ans de jeunesse”, dispositivo em que esta associação participa desde 2006, através de O Mundo à Nossa Volta, que integra actualmente 13 países da Europa, da América Central e América do Sul, numa prática e reflexão conjunta sobre a iniciação ao cinema dirigida a crianças e jovens. O site reúne importantes recursos pedagógicos que cruzam os projectos CinEd e Moving Cinema, e que poderão vir a ser utilizados por todos aqueles a quem esta actividade possa interessar.
Integram o painel Teresa Garcia e Rossana Torres, membros da direcção da associação Os Filhos de Lumière e responsáveis pela coordenação e implementação dos três  projectos em Portugal; Léna Rouxel, responsável pela coordenação geral do programa CinEd do Institut Français; e Isabelle Bourdon, em nome da Cinemateca Francesa, entidade parceira de ambos os projectos, e uma das responsáveis do programa pedagógico internacional Cinéma, Cent ans de jeunesse (Cinema, Cem Anos de Juventude).
A apresentação da sessão será feita pela Presidente do Conselho Diretivo do ICA – Instituto do Cinema e do Audiovisual, Filomena Serras Pereira. O segundo painel da sessão será dinamizado pela Apordoc – Associação pelo Documentário.
Inscrições gratuitas e obrigatórias em geral@europacriativa.eu
Abr 212016
 

Integrado numa oficina de cinema – O Mundo à Nossa VoltaCinema, Cem Anos de Juventude, um grupo de alunos de duas escolas de Serpa – Escola EB 2/3 Abade Correia da Serra e Escola Secundária – com idades entre os 11 e os 14 anos estão a preparar o seu filme final (filme ensaio) sobre o tema trabalhado este ano: “o clima“.

Fizeram a “repérage” na aldeia de Santa Iria e na ribeira de Limas, ambos perto de Serpa, Alentejo, filmaram com vários dispositivos móveis para procurar enquadramentos possíveis, e pequenos ensaios de “mise en scène”

A associação Os Filhos de Lumière está a desenvolver o projecto Moving Cinema, em parceria com a associação “A Bao A Qu”, em Espanha,  “Meno Avilys”, na Lituânia, o Centre for the Moving Image (Escócia/Reino Unido), a Cinemateca Francesa (França) e a Cinemateca Portuguesa. Este projecto é apoiado pela Europa Criativa – Sub-Programa Média e tem como objectivo principal desenvolver a literacia cinematográfica junto das crianças e jovens.

Fev 022016
 

“O Cinema como Ferramenta de Aprendizagem”, reportagem de Maria João Leite, sobre o trabalho desenvolvido pela associação Os Filhos de Lumière, na edição nº206 da revista “A Página da Educação” (Inverno 2015).
O cinema pode ser uma boa ferramenta de aprendizagem. Na escola e na vida. Fazer chegar o cinema a diferentes públicos, sensibilizando-os para a sétima das artes e fazendo-os comprender a arte cinemagráfica, é a missão d’Os Filhos de Lumière. Esta associação cultural concebe e promove diversas atividades que estimulam os participantes a ver o mundo de outra forma. Eles aprendem a olhar e a establecer relações. Porque o cinema também educa…
Maria João Leite
Jan 282016
 

Apresentação na sala Felix Ribeiro da Cinemateca Portuguesa do filme “Le Havre” (2011), de Aki Kaurismaki. Sessão dedicada a todos os participantes nos projectos O Mundo à Nossa Volta (Cinema, cem anos de juventude e O Primeiro Olhar) e Moving Cinema seguida de uma conversa com os participantes das escolas E.B.2.3. Marquesa de Alorna (Lisboa), Escola Secundária de Serpa, Escola Secundária Passos Manuel (Lisboa), Agrupamento de Escolas do Fundão, E.B. Vale da Amoreira Nº1 e E.B. 2.3 Vale da Amoreira (Moita), Agrupamento de Escolas de Mértola

“Le Havre” integra a selecção de filmes que serão apresentados nos outros países participantes no projecto Moving Cinema: Catalunha (Espanha), Lituânia, Escócia (Reino Unido), França e Portugal.

Os parceiros que integram o projecto são: A Bao A Qu (Catalunha/Espanha),  Meno Avilys (Lituânia), a França (através da Cinemateca francesa) e  o Centre for the Moving Image (Escócia/Reino Unido). Em Portugal o projecto é da responsabilidade da associação Os Filhos de Lumière, em parceria nomeadamente com a Cinemateca Portuguesa – Museu do Cinema, ao qual os Encontros Cinematográficos (Município do Fundão / Associação Luzlinar) e Cinema Fora dos Leões se associaram. Este projecto conta com o apoio da Europa Criativa – sub‐programa Média

Fev 052015
 

No contexto do projecto Moving Cinema, e de O Mundo à Nossa Volta, a associação Os Filhos de Lumière, em colaboração com a Cinemateca Portuguesa, organizou no dia 4 de Fevereiro de 2015 a projecção do filme “Les Quatre Cents Coups” (Os 400 Golpes), de François Truffaut, que integra a selecção de filmes a apresentar nos três países participantes no projecto Moving Cinema: Espanha, Lituânia e Portugal
Nesta projecção estiveram presentes cerca de 140 pessoas, desde crianças a jovens, incluindo professores, oriundos das sete escolas onde Os Filhos de Lumière desenvolvem as suas oficinas de sensibilização ao cinema, no âmbito do projecto “O Mundo à Nossa Volta” nas regiões de Lisboa, Serpa e Moita, e ainda de outras instituições parceiras. 
A projecção foi seguida de um debate bastante participado entre os cineastas e convidados e as crianças e jovens presentes, que disseram o que pensaram, o que viram e o que sentiram sobre o filme. Apesar do grande número de espectadores, ninguém se sentiu incomodado ou intimidado por isso, nem por ter de falar ao microfone.