CINEMA, CEM ANOS DE JUVENTUDE 2011 – 2012

A PARTE DO REAL NA FICÇÃO

O TEMA

Qual é no cinema o equilíbrio entre a parte do real por um lado e a parte da ficção por outro? Esta questão sobre a intrusão do real ou a balança entre real e ficção joga-se nos filmes através de vários parâmetros. Na escolha de décores naturais, no estatuto dos actores e das personagens, na parte do acaso e dos imprevistos durante a rodagem, no papel atribuído ao tempo ou á meteorologia: a realidade do mundo atravessa sempre as histórias do cinema, e por vezes dá-lhes um empurrão.

AS REGRAS DO JOGO

I. Exercícios

Interacção real / ficção

Filmar em plano sequência: uma personagem espera outra personagem que vem ter com ela.

Escolher um lugar para situar esta acção, deixando a possibilidade de uma interacção entre a ficção e o real (lugar público, metereologia, luz, etc.). Filmar de novo esta acção num outro lugar que levará a uma outra interacção. (2’ máximo por lugar)

 Gestos do actor / da personagem

Ao mesmo tempo que são efectuados gestos precisos que exigem concentração, uma personagem conta qualquer coisa a outra personagem que a escuta e dialoga com ela. Filmar a cena prestando atenção aos seus gestos específicos: consertar, dobrar, cozinhar, jogar, passar a ferro, etc. (3’ máximo)

Raccords – Olhares sobre o mundo

Uma personagem descobre um lugar por onde deambula. Num primeiro tempo, filmar o que ela descobre por uma série de raccords de olhar depois apresentar a personagem incluida nesse lugar por uma mudança de escala do plano. (3’ máximo)

II. O filme-ensaio (colectivo)

 Realizar um pequeno filme que se vai desenrolar ao longo de 4 etapas:

1. O filme começa como uma pura ficção: exposição de uma forma de argumento simples * (com o máximo de 3 planos)

2. A ficção coabita com o real; interacção entre personagens e elementos do real (lugar público, pessoas que passam, animais, tempo atmosférico, etc)

 3.  Depois a ficção é interrompida para dar lugar á observação do real.

 4.  Breve regresso á ficção e ás personagens para fechar o filme.

 Duração máxima: 10’