2018-2019 A Situação no Cinema

2018-2019 : A Situação no cinema

TEMA

Situações, personagens e o lugar do espectador.

O que é uma situação, num filme ? É a relação entre as personagens que se organiza para cada nova cena. O filme avança passando de cena em cena, de situação em situação.

Todos os filmes são feitos de situações que evoluem. As personagens que se encontram nessas situações sucessivas evoluem com elas. Passam de um estado a outro atravessando todas as situações. Elas mudam, por vezes transfiguram-se, ou vacilam em certos momentos decisivos.  (penso por exemplo no momento onde Ethan (John Wayne), no final de « A Desaparecida » de John Ford, esquece o ódio racista e criminoso, quando se vê com a sua sobrinha nos braços).

As personagens não são forçosamente conscientes da sua própria evolução e das transformações a que estão sujeitas passando de uma situação a outra. Elas não controlam  tudo porque atravessam as situações que lhes são por vezes impostas, desconhecidas ou enigmáticas. Há situações ás quais elas reagem, outras em que não podem reagir, como nos filmes onde as personagens exploram ou atravessam zonas desconhecidas.

As situações dependem tanto do espaço onde têm lugar como do argumento. Filmar uma situação é instalar relações entre as personagens num espaço concreto e preciso : a mesma relação entre duas personagens, com o mesmo diálogo por exemplo, não produzem os mesmos afectos se forem filmadas lado a lado dentro dum carro, ou separadas por um lanço de escada, ou cada uma no seu lugar ou telefone. Se são filmadas dentro dum carro, a minha relação com as personagens depende da escolha que o cineasta faz de filmar por exemplo só uma das duas e deixar a outra fora de campo. Kiarostami utilizou muito esta situação  que se tornou matricial nos seus filmes.

Enquanto espectador, eu estou presente no filme através das personagens, sigo-as de situação em situação, evoluo com elas, reconheço-me nos seus afectos, partilho as suas emoções. Mas em função da forma como a situação é filmada (os eixos, a grandeza dos planos, a montagem) a minha identificação a tal ou tal personagem vai variando, evoluindo.

Na situação agressor/agredido, por exemplo, o cineasta pode fazer com que eu me identifique por vezes com uma ou com outra personagem: em «  Matou » de Fritz Lang, no momento em que M é apanhado pela polícia no edifício cercado, eu posso identificar-me a um assassino de crianças porque é ele que está em perigo, e tem poucas hipóteses de se salvar.

A minha identificação depende também muito da escolha dos actores e de como estes representam. As minhas emoções de espectador dependem de quem encarna os afectos das personagens.

 Eu encontro o meu lugar no filme atravessando com as personagens os espaços e as sucessivas situações que eles encontram, mas esse lugar modifica-se incessantemente, e a minha relação com as personagens evolui também ela de uma cena para outra, segundo a forma como a situação também evolui.

Alain Bergala 29/07/18

REGRAS DO JOGO

EXERCÍCIOS :

1- Exercício individual (ou em pequenos grupos), se possível fora do tempo escolar :

O que é que nos conta este quadro? Qual a situação destas personagens ?

Escolher um quadro entre os que s’ao propostos pelo CCAJ

:http://www.cinematheque.fr/cinema100ansdejeunesse/media/100-ans/ressources/situation-tableaux.zip 

e filmá-lo, gravando ao mesmo tempo um comentário (improvisado ou leitura de um texto escrito) que sera depois na montagem associado ao quadro.  Duração máx : 2’Não ler o título do quadro antes de ter feito o execício

2 – Filmar em alguns planos (4 no máximo, 3’ máximo total) uma situação  entre 2 personagens ; sonoro mas sem diálogos nem voz off.  Esta sequência deve permitir ao espectador compreender as relações que ligam as personagens.

 3 – Filmar a mesma situação ligada a um sentimento entre duas personagens (encontro amoroso, separação, desejo, ciúme, vergonha, etc) de duas maneiras diferentes : modificando o lugar onde ele acontece,  por um lado e modificando o modo de filmar dessa mesma situação, por outro.

Duração máx : 2’ por situation, ou seja, 4’.

FILME-ENSAIO

Realizar um filme com uma situação inicial que põe em jogo os afectos entre as personagens. A situação entre as personagens vai mudar ao longo do filme, o que levará a uma alteração da ou das personagens. O espectador poderá identificar-se tanto a uma, como a outra personagem com o decorrer do filme.

(Estar atento no filme-ensaio aos diferentes parâmetros trabalhados nos exercícios : escolha do lugar, modo de filmar, representação do actor…)

Duração máx : 10’, genérico incluído.

O BLOG

Publicar desde o mês Outubro de 2018.

Cada grupo é alimentado se possível pelos próprios alunos.

É uma ocasião preciosa para permitir aos alunos de se conhecerem e partilharem coisas entre eles antes dos encontros na Cinemateca!

Ele permite também aos pais saberem um pouco mais sobre a aventura de cinema que os seus filhos estão a viver..

Cada oficina publicará as fotografias, e diferentes materiais sobre o processo da sua oficina (visionamento de filmes, rodagens, comentários, etc) ao longo de todo o ano.

Para começar cada atelier deve publicar uma apresentação do grupo, do lugar aonde vai acontecer o atelier, a escola, a cidade, vila ou aldeia, etc. Antes do fim do mês de Outubro.