Fev 142013
 
Organizado conjuntamente pela Cinemateca Portuguesa-Museu do Cinema, a associação cultural Os Filhos de Lumière e o Institut Français du Portugal, o programa Iniciação ao Cinema: Experiência e Reflexões procura promover uma reflexão sobre a iniciação ao cinema, e pretende discutir e lançar pistas para o importantíssimo trabalho desenvolvido e a desenvolver no que respeita à pedagogia e à transmissão do cinema, entendido como uma área fundamental do campo mais lato da educação artística. Entre os dias 18 e 22 de Fevereiro, Alain Bergala, que muito tem trabalhado sobre estas questões, apresentará na Cinemateca cinco filmes que escolheu em torno do “tema” “Crescer no Cinema”, uma outra sessão (dia 20, às 15h30) contará com a apresentação dos filmes finais desenvolvidos pelas escolas participantes no projeto educativo “Cinema, Cem anos de Juventude”, e o programa geral envolve ainda dois importantes Encontros/Colóquios. O primeiro, “Observar, Imaginar, Filmar: O Cinema na Infância”, realiza-se no Institut Français du Portugal (dia 21, entre as 10h00 e as 16h30) e o segundo, “Os Filmes da Minha Infância” / “Balanço, Reflexão, Perspetivas”, decorrerá na Cinemateca no dia 23 (entre as 14h30 e as 19h30). Ohayo / “Bom Dia”, a longa-metragem de Yasujiro Ozu que aborda admiravelmente a questão da infância numa sociedade em mudança, encerra todo o programa (dia 23, às 21h30).