Se a teoria é rapidamente esquecida,
o gesto e a experiência artística
ficam no corpo, na memória, no olhar.

Fev 282001
 
Realização de curtas-metragens individuais e colectivas:
participantes entre 13 e 15 anos
Filmes realizados: Leitura em Andamento, O Mercado, O Tempo a Passar, O Desdentado, O Telefone, O Banco do Jardim, O Parque Infantil, A Batatada, A Moeda Encantada (colectivo).
Formadores: João Pinto Nogueira (realização), Inês Carvalho (imagem), Francisco Veloso (som), Pedro Marques (montagem) e Catarina Graça (produção).
Jan 302001
 
Realização de curtas-metragens individuais e colectivas: participantes entre 9 e 12 anos.
Filmes realizados: A Ribeira,  Os Cisnes, Os Dois Irmãos, Um Dia de Futebol, TV Pirata, O Jardim, Um Dia no Parque, A Escola dos Engraçadinhos, O Comboio, A Viagem da Câmara (colectivo).
Formadores: Regina Guimarães (Realização e Montagem), Saguenail (Realização e Montagem), Paulo Américo (Imagem), Rui Coelho (Som) e Catarina Graça (Produção)
Jan 102001
 
A oficina FILMAR destina-se a professores, monitores ou agentes educativos (e outros interessados) e a formação desenrola-se sob a direcção de um realizador, assistido por técnicos de imagem, som e montagem. O objectivo é levar os formandos a perceber o cinema como exercício do olhar, por um lado, construção sensorial e conceptual, por outro.

É um curso de iniciação ao Cinema enquanto forma de expressão. A sua estruturação assenta na ideia de que um saber se adquire melhor quando a sua transmissão contempla a prática, ou seja: a aquisição simultânea dum saber-fazer.

As formandos são iniciados no cinema através de uma aprendizagem “prática” que os leva a realizar pequenos filmes, documentários ou ficções.

Durante a rodagem, os formandos vão assumindo, alternadamente, as diferentes funções de uma equipa profissional: Realização, Imagem, Som, Anotação, Montagem, etc.