Jun 222019
 
A partir do 10 de Julho de 2019, pelo quarto ano consecutivo, o projecto “No País do Cinema” da associação Os Filhos de Lumière integra-se na programação de Verão do Pólo Cultural das Gaivotas | Boavista: Lusco-Fusco. Entre Julho e Setembro serão apresentados um conjunto de dezasseis filmes (em dez sessões) programados pela associação sobre o tema “Cá Dentro, Lá Fora”, em projecções ao ar livre no Pátio do Pólo, na Rua das Gaivotas 8.  Entrada livre. 
 
Julho de 2019

10.07: Stuart, de Zepe e A Cidade Branca, de Alain Tanner
17.07: Quaresma, de José Álvaro Morais
24.07: Ici, de Pierre-Marie Goulet e Como Passei o Fim do Mundo, de Catalin Mitulescu
31.07: Clandestino, de Abi Feijó e Le Havre de Aki Kaurismäki

Agosto de 2019
07.08: Os Salteadores, de Abi Feijó e Bab Sebta de Pedro Pinho e Frederico Lobo
14.08: O Comboio Mistério, de Jim Jarmusch
21.08: O Vento Levar-nos-á, de Abbas Kiarostami
28.08: Le Tempestaire, de Jean Epstein e A Dupla Viagem, de Teresa Garcia

Setembro de 2019
04.09: La Morte Rouge, de Victor Erice e Ponto Morto, de André Godinho
11.09:  Stromboli, de Roberto Rossellini

O projecto “No País do Cinema” da associação Os Filhos de Lumière tem o apoio financeiro do ICA e da Câmara Municipal de Lisboa.
Nov 012016
 
Como Passei o Fim do Mundo, de Catalin Mitulescu, será apresentado na quarta-feira 2 de Novembro de 2016, às 18h30, no espaço Rua das Gaivotas6, em Lisboa.
Cópia em versão original com legendas em português.
Bucareste, 1989 – último ano da ditadura de Ceausescu. Eva, 17, vive com os pais e o irmão de 7 anos, Lalalilu. Eva é bela. Apaixonada pela primeira vez, ela descobre as dolorosas incertezas da adolescência e a complexidade da vida adulta. Eva tem um sonho secreto de que apenas o seu irmão tem conhecimento: fugir da Roménia e viajar pelo mundo.
Sessão seguida de uma conversa com a equipa de Os Filhos de Lumière
Este filme integra o programa europeu CinEd 
da responsabilidade da associação Os Filhos de Lumière em Portugal.