Se a teoria é rapidamente esquecida,
o gesto e a experiência artística
ficam no corpo, na memória, no olhar.

O MUNDO À NOSSA VOLTA no “Mês da Prevenção dos Maus-Tratos na Infância”

 
Quando:
20. 04. 2016 @ 15:00 – 18:30
Onde:
CIUL Centro de Informação Urbana de Lisboa
Rua Viriato
13 - Picoas PlazaNúcleo 6-E
1º 1050 - 227 Lisboa
Categorias:
CCAJ 2015 Vale Amo still01 BLG2
Comissão Nacional de Protecção de Crianças e Jovens em Risco em parceria com a Câmara Municipal de Lisboa (CML) e a Associação das Mulheres Contra a Violência (AMCV) organiza todos os anos o Mês da Prevenção dos Maus-Tratos na Infância, que inclui Ciclos Culturais, Exposições e Acções de Sensibilização para uma reflexão e diálogo em torno desta questão, que se mostra cada vez mais urgente e actual.

Em 2013 a Comissão Nacional de Protecção de Crianças e Jovens em Risco convidou a associação Os Filhos de Lumière a organizar uma das sessões do Ciclo de Cinema integrado neste programa, para a apresentação de filmes realizados por crianças e jovens durante as oficinas de sensibilização ao cinema que dinamiza há já 15 anos, onde se olha e pensa a realidade que nos rodeia e o mundo através da arte cinematográfica.

Em 2014 a Associação Os Filhos de Lumière convidou por sua vez outras entidades que desenvolvem igualmente projectos de inclusão social através da arte, o que permitiu um diálogo extremamente rico e interessante entre os participantes das várias actividades artísticas (música, cinema, teatro e fotografia) .

Em 2015, a sessão teve como tema “A Arte na Inclusão Social” e forma apresentados projectos de intervenção social através da Arte e irá ser feita uma reflexão sobre a sua importância em diferentes áreas do desenvolvimento (pessoal, familiar e comunitário). Para além da projecção de filmes desenvolvidos durante as oficinas de iniciação ao cinema com crianças e jovens integradas no projecto “O Mundo à Nossa Volta” , o programa contou com a mostra do trabalho desenvolvido pelo Teatro Ibisco com jovens de bairros sensíveis de Loures, a apresentação do projecto “Este Espaço que Habito” pelo Movimento de Expressão Fotográfica (MEF) desenvolvido nos Centros Educativos e ainda uma apresentação dos projectos “Mala Mágica” do Chapitô e “Vitória 283” do Teatro Mala Voadora.

Em 2016, mantendo a mesma lógica, está a ser organizada uma sessão que tem como tema “A Arte na Inclusão Social” e que terá lugar no dia 20 de Abril entre as 15h e as 18h30 no CIUL – Centro de Informação Urbana de Lisboa (Picoas Plaza),onde irão ser apresentados projectos no âmbito do programa PARTIS (Práticas Artísticas para a Inclusão Social) promovido pela F.C.Gulbenkian., bem como uma reflexão sobre a sua importância em diferentes áreas do desenvolvimento (pessoal, familiar e comunitário).

Para além da projecção de filmes desenvolvidos durante as oficinas de cinema, será apresentado o trabalho do Teatro IBISCO, com jovens de bairros sensíveis de Loures e do grupo de teatro Refugiacto, de integração dos requerentes de asilo e refugiados, entre outros. A sessão contará com a presença dos jovens participantes nos projectos apresentados, dos responsáveis das entidades envolvidas e de convidados de diferentes áreas artísticas que irão dinamizar a sessão.