Se a teoria é rapidamente esquecida,
o gesto e a experiência artística
ficam no corpo, na memória, no olhar.

Mai 182016
 

Nos dias 14,15, 16 e 17 de Maio de 2016, os alunos da turma do 3º ano da Escola E.B.1/JI Vale da Amoreira nº1, na Moita, fizeram as filmagens do filme-ensaio (filme final) "Passeio no Campo", do programa Cinema, cem anos de juventude 2015-2016 sobre o tema O Clima.

Desde 2014, as oficinas "Cinema cem anos de Juventude" em desenvolvimento nas regiões de Lisboa, Moita e Serpa, integram o mais recente projecto desta associação "O Mundo à Nossa Volta" apoiado pelo Programa PARTIS da Fundação Calouste Gulbenkian.  
Mai 162016
 

Nos dias 14 e 15 de Maio de 2016, os alunos do Clube de Cinema da Escola E.B.2.3 Marquesa de Alorna, em Lisboa, fizeram as filmagens do filme-ensaio (filme final) "Passos à Volta", no âmbito do programa Cinema, cem anos de juventude 2015-2016 sobre o tema O Clima.

Desde 2014, as oficinas "Cinema cem anos de Juventude" em desenvolvimento nas regiões de Lisboa, Moita e Serpa, integram o mais recente projecto desta associação "O Mundo à Nossa Volta" apoiado pelo Programa PARTIS da Fundação Calouste Gulbenkian.  
Abr 222016
 

A associação Os Filhos de Lumière dinamizou no passado dia 20 de Abril de 2016, no âmbito do projecto O Mundo à Nossa Volta, uma sessão dedicada ao tema A Arte na Inclusão Social, integrada no Mês da Prevenção dos Maus-Tratos na Infância, promovido pela Comissão de Protecção de Crianças e Jovens, Câmara Municipal de Lisboa e a Associação de Mulheres Contra a Violência.

A sessão que decorreu pelas 15h00, no auditório do CIUL – Centro de Informação Urbana, em Lisboa, incluiu a participação de Ana Sofia Paiva, contadora de contos e histórias de tradição oral, a apresentação da peça “Quatro Pé” com crianças do Teatro Ibisco, a apresentação do projecto Imagine Conceptuale, desenvolvido pelo MEF-Movimento de Expressão Fotográfica com pessoas invisuais ou com baixa visão, e a projecção dos filmes “A Super Banda” realizado por uma turma de 2ºano da Escola EB1/JI Vale da Amoreira (Moita), making of “Filmando A Super Banda" e ainda “Dança Turca” filme realizado pelo Clube de Cinema da Escola E.B.2.3. Marquesa de Alorna (Lisboa)  no âmbito do programa pedagógico Cinema, Cem Anos de Juventude / O Mundo à Nossa Volta. 

Os projectos apresentados integram (na sua maioria) o programa PARTIS (Práticas Artísticas para a Inclusão Social), promovido pela Fundação Calouste Gulbenkian (MEF, Teatro Ibisco e Os Filhos de Lumière) que se reúnem nesta sessão anual pelo terceiro ano consecutivo. Na conversa com os jovens, muito participativa, estiveram temas ligados aos direitos das crianças e jovens em casos de discriminação, bullying e outras formas de preconceito, nomeadamente pela etnia, país de origem, ou deficiência física ou mental, e de como as diferentes formas de expressão artística e a acção potenciadora destas práticas (individuais e colectivas), actuam nos processos de inclusão e coesão social, assim como no desenvolvimento pessoal e valorização da auto-confiança e auto-estima.

Dinamizada pela actriz Gracinda Nave e pela cineasta Teresa Garcia (associação Os Filhos de Lumière), com a colaboração dos responsáveis dos projectos apresentados, a sessão contou com sala cheia, entre alunos e professores das escolas Damião de Góis, Pintor Almada Negreiros e Marquesa de Alorna, em Lisboa, os jovens que apresentaram os projectos, convidados de diferentes áreas artísticas, representantes das entidades parceiras e público em geral.

Os Filhos de Lumière são parceiros desde 2013, da Campanha da Prevenção dos Maus-Tratos na Infância, que decorre anualmente durante o mês de Abril.
Mar 292016
 


Dia de filmagem da oficina “dupla" O Primeiro Olhar 98/ Filmar 19, no Centro Social São Boaventura, em Lisboa, que tem como particularidade juntar jovens e seniores, com idades muito diferentes.

Realizada em colaboração com o Centro Social São Boaventura e Ludoteca da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa, parceiros, juntamente com Os Filhos de Lumière, da Comissão Social de Freguesia da Misericórdia, a oficina conta com o apoio do programa BIP/ZIP da Câmara Municipal de Lisboa, através do projecto Rua das Gaivotas 6, e do ICA e integra o programa "O Mundo à Nossa Volta".

Desde 2014, as oficinas "O Primeiro Olhar" em desenvolvimento nas regiões de Lisboa, Moita e Serpa, integram o mais recente projecto desta associação "O Mundo à Nossa Volta" apoiado pelo Programa PARTIS da Fundação Calouste Gulbenkian.
Fev 022016
 


“O Cinema como Ferramenta de Aprendizagem", reportagem de Maria João Leite, sobre o trabalho desenvolvido pela associação Os Filhos de Lumière, na edição nº206 da revista “A Página da Educação” (Inverno 2015).

O cinema pode ser uma boa ferramenta de aprendizagem. Na escola e na vida. Fazer chegar o cinema a diferentes públicos, sensibilizando-os para a sétima das artes e fazendo-os comprender a arte cinemagráfica, é a missão d'Os Filhos de Lumière. Esta associação cultural concebe e promove diversas atividades que estimulam os participantes a ver o mundo de outra forma. Eles aprendem a olhar e a establecer relações. Porque o cinema também educa...
Maria João Leite