Se a teoria é rapidamente esquecida,
o gesto e a experiência artística
ficam no corpo, na memória, no olhar.

Jan 292016
 

Numa sessão aberta ao público foram apresentados na Cinemateca Portuguesa os filmes finais das oficinas O Mundo à Nossa VoltaCinema, Cem Anos de Juventude” realizadas no ano lectivo 2014-2015 cuja questão de cinema foi  “O que é o Intervalo no Cinema?” A regra do jogo comum a todos os filmes: um personagem assiste a uma cena de que se sente excluído, depois vêmo-la afastar-se … e encontra alguém. Os filmes, pensados a partir das questões próprias da idade de cada grupo participante, do lugar onde vivem e dos seus imaginários, onde foram exploradas as relações de intervalo entre as personagens e entre a câmara e as personagens, inspirando-se dos fragmentos de filmes que viram ao longo do ano, tocam temas como a inclusão, a identidade, as amizades, os primeiros amores, etc.

Com a presença de 200 jovens de Mértola, Serpa, Lisboa, Fundão, Vale da Amoreira (Moita) que participaram nos filmes que foram apresentados e de professores, cineastas e técnicos de cinema, e parceiros culturais.

O Mundo à Nossa Volta conta com o apoio do Programa PARTIS da Fundação Calouste Gulbenkian, das Câmaras Municipais de Serpa, Lisboa e Moita, do ICA, da Cinemateca Portuguesa, de diversas entidades locais, da Cinemateca Francesa, do Instituto Camões e da Embaixada de Portugal em França, das próprias escolas e ainda dos Ministérios da Cultura e da Educação de França.
Jan 192016
 

No dia 18 de Janeiro de 2016, os alunos da turma do 3º ano da Escola E.B.1/JI Vale da Amoreira nº1, na Moita, fizeram a última sessão de fimagem do segundo e terceiro exercícios do programa Cinema, cem anos de juventude 2015-2016 sobre o tema O Clima.

Desde 2014, as oficinas "Cinema cem anos de Juventude" em desenvolvimento nas regiões de Lisboa, Moita e Serpa, integram o mais recente projecto desta associação "O Mundo à Nossa Volta" apoiado pelo Programa PARTIS da Fundação Calouste Gulbenkian.  
Dez 012015
 

No dia 30 de Novembro de 2015, os alunos da turma do 3º ano da Escola E.B.1/JI Vale da Amoreira nº1, na Moita, fizeram a terceira sessão de fimagem do segundo e terceiro exercícios do programa Cinema, cem anos de juventude 2015-2016 sobre o tema O Clima.
Desde 2014, as oficinas "Cinema cem anos de Juventude" em desenvolvimento nas regiões de Lisboa, Moita e Serpa, integram o mais recente projecto desta associação "O Mundo à Nossa Volta" apoiado pelo Programa PARTIS da Fundação Calouste Gulbenkian.  
Nov 092015
 


"Olhares sobre a Misericórdia" é uma sessão de cinema pública, que terá lugar no espaço cultural Rua das Gaivotas 6, no Domingo 15 de Novembro de 2015 pelas 18h30.  O programa integra filmes realizados nos últimos meses no bairro da Misericórdia, por crianças, jovens e adultos que o habitam, no âmbito das oficinas da associação Os Filhos de Lumière:   “Cinema Cem Anos de Juventude” e “O Primeiro Olhar", integrantes do projecto “O Mundo à Nossa Volta”, apoiado pelo programa PARTIS da Fundação Calouste Gulbenkian e pelo ICA, e das oficinas “Filmar” – dirigidas a adultos - que integram o projecto "BIP/ZIP DNA Lisboa II”.

Estórias da Cidade -  filme colectivo realizado no âmbito da oficina Filmar, em colaboração com a Comissão Social da Junta de Freguesia da Misericórdia. O filme foi realizado por participantes do Centro de Dia do Centro Social São Boaventura (Santa Casa da Misericórdia de Lisboa).

Desencontros - filme colectivo realizado pelos participantes da oficina Filmar, com adultos e professores de diversas escolas na Freguesia da Misericórdia, em parceria com o Teatro Cão Solteiro e o Atelier Real;

O Dia de Anos - filme colectivo realizado na oficina O Primeiro Olhar, no âmbito da Semana da Juventude da Freguesia da Misericórdia em Lisboa, com jovens de diferentes associações culturais (Intervir, +Skillz, Ludoteca) pertencentes ao Grupo de Jovens da Comissão Social da Junta de Freguesia da Misericórdia.

A Surpresa - filme-ensaio (filme final) do Grupo de Cinema da Escola Secundária Passos Manuel, Lisboa, no âmbito do programa pedagógico Cinema, Cem Anos de Juventude 2014-2015 sobre o tema "O Intervalo no cinema”.   
Set 242015
 


Nos dias 19 e 20 de Setembro, reuniram-se na Cinemateca francesa, em Paris, os parceiros que integram o projecto Moving Cinema: A Bao A Qu (Catalunha/Espanha),  Os Filhos de Lumière (Portugal), Meno Avilys (Lituânia). A França (através da Cinemateca francesa) e  o Centre for the Moving Image (Escócia/Reino Unido)
Este momento permitiu preparar o próximo encontro entre parceiros, que terá lugar em Lisboa, entre 21 e 24 de Outubro. Foi ainda debatido, em conjunto com a Cinemateca Francesa, o subprojecto "Inside Cinema", que consiste na descoberta dos processos de criação de um filme e o contacto com os realizadores e outros intervenientes no processo. Nesse sentido, a Cinemateca Francesa disponibilizou, ás organizações envolvidas e parceiras no projecto, arquivos com documentos sobre a construção de vários filmes, desde a ideia inicial aos diários de rodagem, a preparação do filme e depoimentos dos seus autores (Les 400 Coups de François Truffaut, Partie de Campagne de Jean Renoir, Pierrot le Fou de Jean-Luc Godard, por exemplo). O Moving Cinema, que entra agora no segundo ano procura ir ao encontro de novas formas que possam estimular os jovens a descobrir e a conhecer o cinema nacional, europeu e do mundo, que os levem a adquirir a capacidade de ver e de apreciar o cinema.

Desde 2014, "Moving Cinema" integra o mais recente projecto desta associação "O Mundo à Nossa Volta" apoiado pelo Programa PARTIS da Fundação Calouste Gulbenkian
Set 222015
 

 Os cineastas e representantes da associação Os Filhos de Lumière participaram na formação inicial para o programa Cinema cem anos de juventude 2015-2016, dispositivo de educação ao cinema em que esta associação participa pelo nono ano consecutivo.

O encontro de formação foi dirigido pelo autor e cineasta Alain Bergala, conselheiro artístico do dispositivo desde a sua criação, em colaboração com toda a equipa de coordenação do programa, e teve como principais pontos de trabalho a abordagem de questões sobre o tema deste ano (o clima, a meteorologia, interior/exterior), através da análise de excertos de filmes, informação sobre as regras do jogo  e a apresentação e intercâmbio metodológico entre participantes.

A formação juntou representantes de professores, cineastas e parceiros culturais dos diferentes  países e regiões que integram actualmente o programa - Alemanha, Bélgica, Brasil (cidades de São Paulo e Rio de Janeiro), Bulgária, República de Cuba, Espanha (Catalunha), Finlândia, França (que inclui Guadalupe, Martinica e Córsega), México, Portugal e Reino Unido (Inglaterra e Escócia).

Coordenado pela Associação Os Filhos de Lumière em parceria com a Cinemateca Portuguesa, cerca de 120 jovens, 12 professores orientados por cineastas e técnicos de cinema participam neste programa pedagógico descobrindo filmes chave da história do cinema e experimentando uma das artes mais  secretas e desconhecidas como frizou Victor Erice.

Em Março de 2016 haverá um segundo encontro entre os participantes (cineastas e professores) de todos os países envolvidos para apresentar e discutir os exercícios realizados pelos alunos e os seus processos de trabalho até essa data.

Em Junho, serão apresentados na Cinemateca Francesa todos os filmes finais, representados por pelo menos três alunos de cada um dos grupos participantes no dispositivo, que irão partilhar a sua experiência com todos os outros.  Em Portugal estes filmes irão ser apresentados inicialmente em cada cidade onde decorrem e posteriormente numa sessão pública na Cinemateca Portuguesa com a presença de todos os participantes.

Desde 2014, as oficinas "Cinema cem anos de Juventude" em desenvolvimento nas regiões de Lisboa, Moita e Serpa, integram o mais recente projecto desta associação "O Mundo à Nossa Volta" apoiado pelo Programa PARTIS da Fundação Calouste Gulbenkian.