Se a teoria é rapidamente esquecida,
o gesto e a experiência artística
ficam no corpo, na memória, no olhar.

Jan 122010
 





PRIMEIRA PARTE
DO ANO LECTIVO 2009/2010 - 1º exercício:
Depois de ver e analisar excertos de filmes de diferentes realizadores para ajudar a reflectir a questão do ano em trabalho: “Porquê mexer a câmara ?”, cada aluno realizou individualmente o seu exercício filmado no primeiro trimestre. Nesta reflexão sobre os movimentos de câmara não se trata de fazer uma lista de movimentos do ponto de vista técnico mas analisá-los do ponto de vista da produção de sentido. Tendo em conta que se está a lidar com crianças e com jovens trata-se sobretudo de os levar a observar, reflectir, imaginar, sentir, experimentar.

Variações sobre as relações entre imobilidade e movimento:
Filmar um elemento fixo em plano fixo
Filmar um elemento fixo com um movimento de câmara
Filmar um elemento em movimento com um movimento de câmara
Filmar um elemento em movimento com um plano fixo
No final fazer uma montagem com as diferentes situações escolhidas