Se a teoria é rapidamente esquecida,
o gesto e a experiência artística
ficam no corpo, na memória, no olhar.

Abr 302018
 

A revista Escola do Sindicato dos Professores da Grande Lisboa dedica uma reportagem sobre o projecto Cinema, cem anos de juventude, na Escola E.B.2.3 Marquesa de Alorna, em Lisboa, no seu número 282 de Abril de 2018 no âmbito do dossier "O ensino artístico nas nossas escolas". aqui em pdf.(pag.21-23) ou veja no Issuu

“Quanto mais fazemos, quanto mais vemos, quanto mais falamos, mais aprendemos. Todos.
E isso é fascinante”


A oficina de cinema é um de entre vários projetos que mobiliza (e entusiasma) alguns professores e alunos da EB 2, 3 Marquesa de Alorna. Na conversa que tivemos com as professoras envolvidas, Antónia Carvalho e Constança Palma, e com a monitora da associação Os Filhos de Lumière, Teresa Garcia, ressaltou a importância deste projeto, a importância da arte no ensino. E de como, deste modo, alunos marcados por realidades sociais e percursos escolares difíceis se superam. Mesmo em momentos em que o trabalho é extremamente cansativo. “E eles aguentam, trabalham, empenham-se”.
Ligia Calapez - Jornalista