Se a teoria é rapidamente esquecida,
o gesto e a experiência artística
ficam no corpo, na memória, no olhar.

Mar 172017
 
Tasio de Montxo Armendáriz será apresentado na sexta-feira 24 de Março de 2017, às 21h30 no Auditório Soror Mariana em Évora, no âmbito do ciclo No País do Cinema numa sessão de Cinema-Fora-dos Leões / Universidade de Évora, em parceria com Os Filhos de Lumière.

A infância, os primeiros amores e as rotinas de Tasio, um carvoeiro de uma pequena vila de Navarra. Quando todos os homens preferem migrar para as cidades à procura de uma profissão e de uma vida estáveis, Tasio escolhe a liberdade.

Montxo Armendáriz, por vezes conhecido como "maestro da elipse", resgatou com Tasio a história de um dos últimos carvoeiros, Anastasio Ochoa, mas também a história de um ofício que nos anos 80 já ameaçava extinguir-se e que, hoje, parece ter caído quase por completo no esquecimento. Em Navarra, em 2009, contavam-se apenas 9 carvoeiros na pequena vila que viu nascer Montxo Armendáriz e onde se narra esta história. 

Esta sessão está integrada no projecto europeu Moving Cinema, e foi organizada com o apoio da Direcção Regional de Cultura do Alentejo e do ICA - Instituto do Cinema e do Audiovisual assim como de: Departamento de Filosofia da Universidade de Évora | Centro de História da Arte e Investigação Artística da Universidade de Évora (CHAIA/UÉ) | Colecção B  | Fundação Eugénio de Almeida | Programa AECID – Cooperación Española (Embaixada de Espanha em Portugal e Instituto Cervantes de Lisboa).
Mar 032017
 

Rentrée des classes, de Jacques Rozier e Petite Lumière, de Alain Gomis serão apresentados na terça-feira 21 de Março de 2017 às 15h30 na Cinemateca Portuguesa.

Esta primeira sessão pública do programa CinEd na Cinemateca lança em Portugal o projeto de cooperação europeia coordenado pelo Institut Français (Paris) com o apoio pedagógico da Cinemateca Francesa, através do seu programa internacional “Cinéma Cent Ans de Jeunesse”, e o apoio financeiro da Europa Criativa via programa MEDIA – Desenvolvimento de Audiências, dinamizado em Portugal por Os Filhos de Lumière Associação Cultural. 

A plataforma CinEd apresenta-se como um projeto “dedicado à educação cinematográfica, cujo objetivo é dar a conhecer aos jovens a riqueza e a diversidade do cinema, disponibilizando, através de uma plataforma online (www.cined.eu), um conjunto de obras cinematográficas europeias – patrimoniais e contemporâneas –, legendadas em oito línguas, entre as quais o português, que se destinam a jovens de várias faixas etárias, no âmbito escolar”. Em Portugal, a apresentação deste Ciclo é simultânea à apresentação dos cadernos pedagógicos elaborados pelo CinEd, com pistas de trabalho sobre os filmes a exibir, “promovendo a sua disseminação junto de professores e agentes de educação para que estes possam, mais tarde, utilizá-los autonomamente em contexto de sala de aula”. Propondo uma seleção de filmes realizados por crianças e jovens, Rentrée des classes de Jacques Rozier, e Petite Lumière de Alain Gomis, a sessão é dinamizada por uma equipa de cineastas-formadores (...)
in Programa da Cinemateca Portuguesa / Museu do Cinema(pdf)

Fev 242017
 

Em Construcção (En Construcción) de José Luis Guerín foi apresentado na sexta-feira 24 de Fevereiro de 2017 o Cinema Ideal,  no âmbito do ciclo de projecção-conversa à volta dos filmes da colecção CinEd, organizado pela associação Os Filhos de Lumière em parceria com a Cinemateca Portuguesa e o Cinema Ideal.
A projecção foi seguida de uma conversa com Teresa Garcia e Rossana Torres da associação Os Filhos de Lumière.

O CinEd é um projecto coordenado pelo Institut Français (Paris) com o apoio pedagógico da Cinemateca Francesa através do seu programa internacional (Cinéma, Cent ans de Jeunesse)e tem o apoio financeiro da Europa Criativa através do programa MEDIA – Desenvolvimento de Audiências. Tem como principal objectivo  permitir aos jovens europeus que descubram a riqueza e a diversidade do cinema de cada país europeu.
Um dos propósitos desta sessão é também fazer o lançamento das versões portuguesas dos cadernos pedagógicos do programa CinEd em Portugal, promovendo a sua disseminação junto de professores e agentes de educação para que estes possam, mais tarde, utilizá-los autonomamente em contexto de sala de aula.